30 sugestões de bate e volta de Florença e como chegar lá sem carro: Parte 2 – Cidades “enroladas”

Compartilhe

Pesquisar possibilidades de passeios de um dia pela região da Toscana para quem está baseado em Florença é uma atividade com alto nível de periculosidade. Com a ideia inicial de descobrir como é simples visitar cidades próximas utilizando transportes públicos, o tiro saiu pela culatra: Percebi que pouco mais adiante existiam outras localidades tão interessantes que obedecer ao critério “no máximo duas horas de viagem” seria um enorme “peccato”.

Florença, Itália

Ao planejar uma estada em Florença, coletei tamanha quantidade de informações sobre possíveis bate-volta que me vi incapaz de, em uma única viagem, dar conta de tantas cidades. Este “estoque”, que foi dividido em três níveis de dificuldade, já provocou posteriores retornos à Toscana e ainda não está totalmente cumprido.

Ponte Vecchio, Florença, Itália

Esta segunda parte da série é dedicada à cidades bastante atraentes e com acesso não inteiramente simples para quem parte de Florença. Apesar de viagens com maior duração ou mais de uma troca de transportes, elas não são inatingíveis. Pedem, no entanto, disposição para acordar mais cedo, dedicação para coordenar os horários das conexões e objetividade para administrar o que poderá ou não ser visto.

11 San Gimignano

A cidade famosa por suas torres medievais tem outras atrações como a Piazza della Cisterna, a Rocca di Montestaffoli, a Piazza Sant’Agostino, o Palazzo Vecchio del Podestà, a Piazza Pecori e o Palazzo della Propositura.
Distância de Florença – 52 quilômetros
Como chegar - Não existe transporte direto, é preciso ir até Poggibonsi (de trem ou de ônibus) e de lá tomar um ônibus para San Gimignano.

De Florença a Poggibonsi:
De trem - Partida de Santa Maria Novella. A maioria tem troca em Empoli. Desembarque em Poggibonsi - San Gimignano.
Frequência – média de 1 hora em dias úteis
Duração da viagem – 60/80 minutos
Horários - http://www.trenitalia.com/

De ônibus - Linha 131 (tem que ser o parador “corse ordinarie”) partindo da Autostazione Sita Firenze na Via Santa Caterina di Siena, 15 (lado direito da estação de Santa Maria Novella).
Frequência – média de 1 hora em dias úteis
Duração da viagem – 50 minutos
Horários - http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

De Poggibonsi a San Gimignano:
Ônibus 130 que parte da Piazza Giuseppe Mazzini, na frente da estação. Desembarque na parada Porta San Giovanni.
Frequência – média de 1 hora em dias úteis
Duração da viagem – 20 minutos
Horários - http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

San Gimignano, Itália

12 Volterra

Pelas estreitas ruas medievais, atrações como Piazza dei Priori, o Museo Etrusco, a Pinacoteca Civica, o Museo d'Arte Sacra e o Ecomuseo dell'Alabastro. As antigas muralhas etruscas ainda são visíveis.
Distância de Florença – 76 quilômetros
Como chegar - São duas as alternativas para se chegar à cidade que não tem estação de trem, ambas em duas etapas e durando no total cerca de duas horas.

Opção A - Trem de Florença a Pontedera mais ônibus até Volterra
De Florença a Pontedera
Trem Regional de Santa Maria Novella direção Pisa-Livorno até Pontedera Casciana Terme. Se possível, evitar os que envolvam troca em Empoli.
Frequência – média de 30 minutos em dias úteis
Duração da viagem – 45/55 minutos
Horários - http://www.trenitalia.com/

De Pontedera a Volterra
Ônibus da linha 500 da empresa CPT saindo do terminal rodoviário na Via Giosuè Carducci, cerca de 150 metros adiante da estação de trens.
Frequência – média de 2 horas nos dias úteis
Duração da viagem – 1h20
Horários - http://www.pisa.cttnord.it/Linee_e_Orari/Linee_Extraurbane/L/134

Opção B - ônibus de Florença a Colle Val d'Elsa mais ônibus até Volterra (tempo total no deslocamento sem considerar esperas: 2 horas)
De Florença a Colle Val d'Elsa
Linha 131 (tem que ser o parador “corse ordinarie”) partindo da Autostazione Sita Firenze na Via Santa Caterina di Siena, 15 (lado direito da estação de Santa Maria Novella) para Colle Val d'Elsa, descendo no pequeno terminal rodoviário da Via Romano Bilenchi
Frequência – média de 1 hora em dias úteis
Duração da viagem – 65 minutos
Horários - http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

De Colle Val d'Elsa a Volterra
Ônibus linha 770 da empresa CPT. A parada é na calçada oposta ao pequeno terminal rodoviário na Via Romano Bilenchi. Há um pouco de emoção nesta baldeação: o horário de partida deste é o mesmo da chegada do ônibus proveniente de Florença. O motorista do segundo ônibus normalmente espera pelos passageiros. Vale informar ao motorista em Florença que o destino é Volterra via Colle Val d'Elsa. Com isto, ele além de indicar a parada certa, irá buzinar para que o motorista do outro ônibus aguarde o embarque. Com tão pouco tempo, as passagens terão que ser compradas a bordo com um pequeno acréscimo. É útil ter dinheiro trocado.
Frequência – Dois ônibus pela manhã e dois à tarde em dias úteis
Duração da viagem – 50 minutos
Horários - http://www.pisa.cttnord.it/Linee_e_Orari/Linee_Extraurbane/L/134

Volterra, Itália

13 Montalcino

A terra natal do famoso vinho Brunello e excelentes azeites oferece atrações como as muralhas medievais, a Fortaleza de em forma de pentágono, a torre de San Giovanni, a Piazza del Popolo, o Palazzo Comunalle, as igrejas de Sant’Agostino e de Sant’Egidio.
Distância de Florença – 108 quilômetros
Como chegar - Não existe transporte direto. É preciso ir até Siena, de trem, e na saída da estação (lado da esquerda) tomar o ônibus linha 114. A bilheteria para passagens do ônibus fica no saguão principal. Há um intervalo grande na manhã entre os horários de saída deste ônibus. Depois do das 07h05, o próximo é às 10h50.
Frequência – trem, média 1 hora em dias úteis, ônibus 4 viagens em dias úteis
Duração da viagem – No trem 1h30/1h45 e no ônibus 1h10
Obs. - A volta devem ser planejada com cuidado em função da baixa frequência do ônibus. Em alguns horários a linha 114 segue apenas até Monteroni d’Arbia, onde será preciso trocar com a linha 112 para atingir Siena.
Horários - http://www.trenitalia.com/
http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

14 Montepulciano

Depois de ter aparecido em cenas do segundo episódio, da série “Crepúsculo” a cidade passou a ser procurada pelos fãs. Tem como principais atrações a igreja de Santa Maria delle Grazie com um altar em terracota de Andrea della Robbia, o Palazzo Comunale, o Palazzo Tarugi e o Museo Cívico.
Distância de Florença – 110 quilômetros
Como chegar - Viagem em duas etapas: de trem até Chiusi-Chianciano Terme (em Chiusi Scalo) e de lá ônibus das linhas FT4 ou FT5 partindo do lado esquerdo, na frente da estação até a Autostazione de Montepulciano (na Piazza Pietro Nenni)
Frequência – Trem e ônibus média de 1 por hora em dias úteis
Duração da viagem – Trem 01:45/01:50 e ônibus 55 minutos
Horários – http://www.trenitalia.com/
http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

Montepulciano, Itália

15 Cortona

Uma das mais antigas cidades medievais da Itália fica situada no alto de uma colina de onde se pode apreciar o vale abaixo. As principais atrações são Piazza della Repubblica, Piazza Signorelli, Piazza Garibaldi, as igrejas de Santa Maria Assunta, de Santa Maria delle Grazie e as casas medievais da Via Iannelli.
Distância de Florença – 124 quilômetros
Como chegar – Trem de Santa Maria Novella para a estação mais próxima da cidade, Camucia-Cortona e ônibus local linhas SU4, SU5 ou LS6 até a Piazza Garibaldi no centro.
Frequência – Trem, 1 hora e ônibus média de 30 minutos nos dias úteis
Duração da viagem – Trem 1h30 e ônibus 10/15 minutos
Horários – http://www.trenitalia.com/
http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Arezzo/Extraurbano

16 Chiusi

Tendo sido uma das doze cidades soberanas da antiga Etruria, possui um enorme acervo de tumbas etruscas espalhadas pelo território além de atrações como o Museo Archeologico Nazionale Etrusco, o Labirinto di Porsenna, a Loggia e a catedral de San Secondiano na Piazza del Duomo.
Distância de Florença – 127 quilômetros
Como chegar - De trem partindo de Santa Maria Novella para a estação Chiusi-Chianciano Terme (em Chiusi Scalo) e de lá, a esquerda da entrada, ônibus FT2, FT10 ou T61 para o centro da cidade
Frequência – Trem em torno de 1 hora, ônibus média de 30 minutos em dias úteis
Duração da viagem – Trem cerca de 2 horas, ônibus 5 minutos
Horários - http://www.trenitalia.com/
http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano
http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Urbano/Chiusi

Cortona, Itália

17 Cetona

Localizada em uma colina no Val di Chiana, extremo sul da Toscana, a pequena e bem preservada cidade medieval é refúgio de fim de semana de “vips” romanos e conta com boa estrutura de lojas e restaurantes. Tem como atrações o Museo Civico per la Preistoria del Monte Cetona, as igrejas de San Michele Arcangelo e Santissima Trinità, a Torre del Rivellino, a Piazza Garibaldi e o Palazzo Vitelli.
Distância de Florença – 135 quilômetros
Como chegar – Viagem em duas etapas: De trem partindo de Santa Maria Novella para a estação Chiusi-Chianciano Terme (em Chiusi Scalo) e de lá ônibus das linhas FT5, FT9 ou T10 partindo do lado esquerdo, da entrada da estação.
Frequência – Trem em torno de 1 hora, ônibus média de 1 por hora em dias úteis
Duração da viagem – Trem cerca de 2 horas, ônibus 15 minutos
Horários - http://www.trenitalia.com/
http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

18 Grosseto

Com um centro histórico totalmente cercado por muralhas ainda em bom estado de conservação tem atrações como o belíssimo Duomo di San Lorenzo, a Piazza Dante, a Piazza dell' Indipendenza com a Igreja de San Francesco e a Piazza Palma.
Distância de Florença – 140 quilômetros
Como chegar – De trem ou de ônibus
Trem - Saindo de Santa Maria Novela, alguns com troca em Pisa Centrale.
Frequência – média de 1 hora nos dias úteis
Duração da viagem – Entre 2h40 e 3h10
Horários - http://www.trenitalia.com/

Ônibus - linha 50/G saindo da Autostazione Sita Firenze na Via Santa Caterina de Siena, 15 (lado direito da fachada principal da estação de Santa Maria Novella)
Frequência –2 horas em média nos dias úteis
Duração da viagem – Entre 2h10 e2h30
Horários - http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Grosseto/Extraurbano

Orvieto, Itália

19 Perugia

Capital da Úmbria, esta grande cidade sempre foi um centro de artes. Repleta de atrações que facilmente tomam mais de um dia de visita tem entre outras, a Piazza IV Novembre e sua Fontana Maggiore, a igreja de San Severo com um afresco de Rafael, o Museo Capitolare, Palazzo dei Priori o Collegio del Cambio, o Oratorio di San Bernardino, a Rocca Paolina e a igreja de Sant'Ercolano. É a terra da famosa fábrica de chocolates Baci.
Distância de Florença – 155 quilômetros
Como chegar – Trem de Santa Maria Novella para a estação Perugia-Fontivegge. Para o centro histórico, Minimetrò (Fontivegge) até a estação final, Pincetto (acesso por uma passarela, prolongamento da plataforma 1 da estação de trens) ou ônibus (linhas G, R ou TS) na parada em frente até a Piazza Italia.
Frequência – média de 2 horas em dias úteis
Duração da viagem – 2/2h30
Horários– http://www.trenitalia.com/
http://www.minimetrospa.it/orari.php
http://www.fsbusitalia.it/fsb/L'offerta/Linee-regionali/Umbria

20 Orvieto /p No alto de um penhasco a cidade oferece atrações como a magnífica Catedral, o Palazzo Papale, o Palazzo Gualterio, a Torre del Moro, a Piazza Scalza, o Pozzo di San Patrizio e a Fortaleza dell’Albornoz.
Distância de Florença – 170 quilômetros
Como chegar – Trem saindo de Santa Maria Novella para Orvieto Scalo. Da Piazza Matteotti, em frente da estação, tomar o funicular até a Piazza Cahen.
Frequência – trem média a cada duas horas e funicular 10/10 minutos em dias úteis
Duração da viagem – trem 1h55/2h15, funicular 2 minutos
Horários– http://www.trenitalia.com/
http://www.umbriamobilita.it/it/orari/ascensori-funicolare-scala-mobile/orvieto

18 thoughts on “30 sugestões de bate e volta de Florença e como chegar lá sem carro: Parte 2 – Cidades “enroladas””

  1. Aline,

    Acho que mesmo de carro e em cinco dias seria uma maratona.Suponhamos que em um dia você conheça Volterra e San Gimignano, no segundo Arezzo e Cortona, no terceiro Pienza, Montalcino e Montepulciano dormindo ali por perto. No quarto dia Chiusi e Cetona e no quinto, tirava no dado para decidir entre Perugia ou Orvieto.

  2. Queria agradecer pelas dicas dos bate-voltas a partir de Florença.Fizemos um passeio pela Walk About Florence,aliás,muito bom,e conhecemos Pisa,San Giminiano e Siena.Depois,seguindo suas dicas fomos para Lucca,Cortona e Fiezole e foi muito fácil.Obrigada!!Ainda fizemos mais um para Veneza pelo trem da Italo,tb muito tranquilo.Valeu para conhecer a cidade.

  3. Não tem de quê, Débora

    Deve ter sido difícil decidir o que visitar…
    Obrigada pelo retorno.
    Ah! E para botar água na boca, veja a série recentemente publicada com sugestões de bate e volta saindo de Bolonha.

  4. Boa tarde,

    muito bom seu site e todas as dicas para viagens! Parabéns!

    Estou programando uma viagem com minha noiva pela Toscana e fiquei com algumas dúvidas:

    De onibus para San Gimgignano, a partir de Florença, vi que há duas estações de Poggibonsi (FS e SALCETTO). Qual das duas devemos descer, para seguir viagem a San Gimgignano? E na volta, é a mesma coisa? Em Poggibonsi tem bilheteria para comprar a passagem, ou é possível comprar td em Florença?

    Outra coisa, de onibus, é possível visitar Volterra e San Gimignano no mesmo dia? Eu até alugaria um carro, mas vi que a Itália exige carteira internacional. Vc já alugou? Te pediram essa carteira?

    Muito obrigado,
    Marco.

  5. Obrigada pelos elogios, Marco

    A parada para troca de ônibus é a FS Poggigonsi (abreviação de Ferrovie dello Stato, bem na frente da estação de trens). Como já tem um bocado de tempo que fiz este bate e volta (nesta mesma viagem aconteceram também outros passeios saindo de Florença) não tenho certeza absoluta se a compra da passagem foi no Bar/Tabacaria no lado de fora da estação ou no ponto de venda da empresa na Piazza Mazzini (um quiosque) – as duas possibilidades são válidas. Lembro, no entanto, de ter confirmado com o motorista a direção, para ter certeza de não estar seguindo para Siena.

    Tive o prazer de voltar a San Gimignano, e, por já conhecê-la e estar de carro, foi possível incluir Volterra no mesmo dia. Estava em companhia de uma prima que alugou e dirigiu. Embora não tenha sido pedida, sendo obrigatória na Itália, a carteira internacional foi levada. Neste passeio, nossa base foi Siena, menos distante que Florença. Penso que dificilmente teríamos conseguido visitar as duas utilizando transportes públicos.

  6. Monica, muito obrigado por todas as informações! E mais uma vez, parabéns pelo site!

  7. Disponha, Marco

    Caso tenha decidido visitar San Gimignano de ônibus, procure (se possível) evitar domingos ou feriados – A frequência é bastante fraca. Há uma boa parcela de ônibus intermunicipais na Toscana que circulam exclusivamente nos dias úteis. Se planeja fazer outro bate e volta, fique atento. Segue o link com os horários em vigor das linhas de ônibus intermunicipais da região. Vale consultar novamente quando estiver chegando a época da viagem:

    http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

    Mais uma vez, obrigada pelo elogio.

  8. Bom dia! Adorei essas listas de cidades! Vou usar !!! Mas, veja, em outubro terei 15 dias para serem divididos entre Florença e Siena. A partir delas quero organizar bate voltas com transporte público. Estou super enrolada. Minha preferência é por cidades pequenas, conhecer mercados, feiras, ruas escondidinhas, bairros pitorescos…Sem pressa, sem correria. VER e não espiar as cidades. Em suma, quanto mais fora do roteiro turístico, melhor. rsrs
    Tentando pesquisar, fico na dúvida quais cidades é melhor se fazer desde Florença ou desde Siena. Por exemplo: Montalcino, Montepulciano, Chiusi,Pienza, Perugia,San Giminiano,Monteriggioni… Na verdade, não achei nenhum relato de batevoltas recomendados e possíveis a partir de Siena…Você tem sugestões para me dar? Muuuiiito obrigada!

  9. Olá e obrigada, Roxane

    Optei aqui no blog por escolher Florença como ponto de partida para os bate-volta na Toscana por ser a maior cidade próxima ao aeroporto Américo Vespúcio, além de ser por si um espetacular destino.

    Sua intenção de conhecer o lado da vida cotidiana destas cidades com calma é certeza de boas descobertas e excelentes recordações. Quinze dias na Toscana dá para ver muita coisa e tendo além de Florença uma outra base em Siena a vida fica muito mais fácil. De preferência, destine os domingos para permanecer nas próprias bases ou viagens que possam ser feitas de trem, pois a frequência dos ônibus é mínima e, em alguns casos, nula.

    Suas escolhas são ótimas e se tiver tempo sobrando, lembro da especial Orvieto, na região da Úmbria. Apesar do tempo longo da viagem e de ficar mais perto de Siena, partir de Florença em transporte público fica mais simples, conforme a explicação neste mesmo post (parte 2 da série, item 20).

    Com exceção de Perugia, todas as cidades que você menciona são mais simples a partir de Siena. Embora em italiano e um pouco caprichoso (chatinho de pilotar), recomendo o motor de busca de transportes públicos na região da Toscana:
    http://www.busfox.com/timetable/

    De Siena para Montalcino:
    Da nova rodoviária (Autostazione) na Via Riccardo Lombardi, linha 114 –
    http://www.tiemmespa.it/var/ezdemo_site/storage/original/application/c4db8424de13b48972ba94deefce76ef.pdf

    Volta da Piazza Cavour
    http://www.tiemmespa.it/var/ezdemo_site/storage/original/application/3052372ed1a66ab42397542787bd2df8.pdf

    De Siena para Montepulciano, as alternativas são:

    1) Direto (da rodoviária) pelas linhas 112
    http://www.tiemmespa.it/var/ezdemo_site/storage/original/application/87b82eabd558142516b0791d43934d09.pdf

    2) Com baldeação em Buonconvento – Nos primeiros horários da manhã, a linha 112 não parte de Siena. É preciso tomar um trem regional ou, na rodoviária, a linha 114 em direção a Montalcino , descer em Buonconvento para embarcar na 112. O link é o fornecido acima para Montalcino.

    Volta da Rodoviária de Montepulciano na Piazza Pietro Nenni. Dependendo do horário, será preciso fazer baldeação em Buonconvento (para a linha 114 ou trem para Siena):
    http://www.tiemmespa.it/var/ezdemo_site/storage/original/application/2f62769ca88939147ef8b26912779d15.pdf

    De Siena para Chiusi:

    De trem regional até estação Chiusi-Chianciano Terme (em Chiusi Scalo) e de lá, a esquerda da entrada da estação, ônibus T4, T5 ou T6 para o centro da cidade
    http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Urbano/Chiusi

    De Siena para Pienza:

    Mesmo processo para a visita a Montepulciano: saindo cedo, trem ou, da rodoviária, ônibus linha 114 até Buonconvento e de lá a 112 ou, um pouco mais tarde (depois das 10) a linha 112 sem troca.

    De Siena para San Gimignano:

    Da Piazza Gramsci (Via FederigoTozzi) linha 130
    http://www.tiemmespa.it/var/ezdemo_site/storage/original/application/bf0ecbc57232162d6318a4c08a4e091d.pdf

    Volta
    http://www.tiemmespa.it/var/ezdemo_site/storage/original/application/3cfb93621f948149c45f21a3e1c47959.pdf

    De Siena para Monteriggioni:

    É pela mesma linha 130 com destino a San Gimignano. Tenha o cuidado de confirmar os horários, pois nem todos fazem parada na rotunda próxima da entrada desta cidade. A distância da parada é de cerca de 650 metros do acesso pela Porta Ponente, ou Fiorentina.

  10. Muito, muito obrigada mesmo! Não sei se você saberia me orientar outra coisa…Em Florença penso que talvez seja melhor me hospedar próximo à Estação SMN e quanto à Siena, não sei em que parte da cidade seria mais prático. Me parece que usarei mais ônibus para os bate e voltas. O que você sugere?

  11. Disponha, Roxane

    Sem dúvida a proximidade de de Santa Maria Novella é bastante conveniente, mas o Centro Histórico de Florença é mais bonito e também fica perto desta estação de trens. Há uma boa quantidade de hotéis na área de San Lorenzo, como na Via del Giglio ou Via Sant’Antonino, por exemplo.

    Já Siena é mais chatinha por causa das ladeiras e por conta de a estação de trens e a rodoviária serem um pouco distantes do centro Histórico, onde há maior quantidade de hotéis. Se grande parte de sua visita está focada nos passeios talvez possa ser conveniente, caso não encontre hospedagem perto da estação, uma área bem sem graça por sinal, ficar na altura da Piazza Gramsci. Além de ser o ponto de saída/chegada dos ônibus para S Gimignano e Monteriggioni e até o 131 de Florença, dá para ir a pé para o Centro Histórico e tem ônibus urbano fácil para a estação de trens e rodoviária.

  12. Mônica, estou vendo se alugo apartamento. Costuma ser mais barato que hotel e adoro brincar de moradora local…rs. Vou ver se acho nessas regioes. Obrigada novamente, viu? A qualquer momento retorno com minhas dúvidas! Bj

  13. Execelente pedida, Roxane

    Com uma estada em dois lugares por períodos não tão curtos, faria o mesmo. O único inconveniente pode ser receber e entregar as chaves, mas ainda assim é muito legal. Já fiz algumas vezes e em todas tive a sorte de encontrar locadores “safos”.

  14. Olá! Parabéns pelo site e obrigada pelas dicas. Mas preciso de mais uma!! Vou a Florença agora em agosto e estou em dúvida se compro passagem antecipada para as cidades q quero ir ou decido no dia os roteiros. Alguma luz? 🙂 Viu a lá spezia em seguida. Tb devo comprar passagens de trem?

  15. Obrigada, Luciana
    Agosto é época de férias e você vai encontrar um bocado de gente além de um monte de festivais, sagras e pálios interessantes. Passeios de um dia em cidades próximas são normalmente feitos em trens e ônibus locais e as passagens compradas na hora. Como você não tem ainda certeza do que vai visitar, tente decidir na véspera e comprar com esta pequena antecedência.

    Quanto ao passeio para Cinque Terre, é importante que você reserve logo a hospedagem e, se possível, compre antecipadamente a passagem do trem de alta velocidade na Trenitalia. Há um horário pela manhã de um “Frecciabianca” (acho que perto de sete e meia) com partida da estação Campo di Marte para La Spezia Centrale sem baldeação e com menos uma hora de viagem.

    Caso pretenda fazer alguma viagem em trem de alta velocidade, para Bolonha ou Roma, compre com antecedência para se beneficiar dos descontos. Estas passagens promocionais têm horários específicos e assentos marcados, não admitindo trocas de horário nem reembolsos.

  16. Olá!
    Primeiro queria elogiar o seu site. Uma ferramenta muito imprtante para quem vai viajar. Estou curtindo muito.
    Agora vai o pedido de ajuda:
    O que é melhor num bate-volta de transporte público, saindo Firenze:
    Firenze / Siena / S.Gimignano / Firenze
    Firenze / S.Gimignano / Siena / Firenze
    ou qualquer uma das duas daria no mesmo.

  17. Obrigada pelo incentivo, Mauro

    Apesar de não existir muita diferença na ordem das visitas, começaria por S. Gimignano que é menor, e requer uma baldeação vindo de Florença, e prosseguiria sem a preocupação com “escalas”. Siena é bem maior e oferece além do ônibus, a possibilidade de voltar de trem – A rodoviária é próxima da estação ferroviária permitindo optar pelo que oferecer horário mais conveniente. Como um único dia para as duas cidades (envolvendo espera por transportes) fica apertado, escolha para ver primeiro a cidade que considerar mais importante.

    Se dispuser de mais tempo, considere a dobradinha Monteriggioni/S. Gimignano reservando para Siena um outro dia (inteiro). A minúscula Monteriggioni é bastante interessante: http://viajantecronica.com/2015/07/01/as-legitimas-muralhas-medievais-de-monteriggioni-na-toscana/

    A não ser que visite exclusivamente Siena, evite fazer o passeio em um domingo ou feriado. A frequência de trasportes é muito menor e, em alguns casos, inexistente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *