As legítimas muralhas medievais de Monteriggioni na Toscana

Compartilhe

Castelos, torres, pontes levadiças, portais e muralhas apesar de serem comumente encontrados por toda a Europa são atrações que sempre exercem enorme fascínio sobre turistas. Os que visitam a região italiana da Toscana encontram um alentado cardápio de opções e quem é particularmente fascinado por muralhas, não deve desperdiçar a chance de conhecer e se deleitar com as da cidade de Monterriggioni: inteiras em toda a extensão, legítimas e em perfeito estado.

Monteriggioni

Dominando a paisagem ao redor, Monterrigioni fica no alto de uma colina na região de Siena. A visão da muralha perfeitamente circular e suas catorze torres ainda intactas são impactantes para quem se aproxima e a vê da estrada.

Monteriggioni

Mantendo sua forma original, Monteriggioni mudou muito pouco desde sua construção no século treze. Ela é considera um dos mais bem preservados exemplos de vilarejo medieval na Itália e com sua posição privilegiada, foi uma importante fortaleza de defesa de Siena para deter invasões da inimiga de longa data, Florença.

Monteriggioni

Tão bem preservados como as muralhas, os dois portais construídos na mesma época ainda são os acessos para a cidade. A “Porta di Ponente” ou “Porta Fiorentina” voltada para a direção de Florença e a entrada principal, sem a antiga ponte levadiça, a “Porta Franca” ou “Porta Romea”, na direção da capital italiana.

Monteriggioni

O interior da muralha compreende uma cidade bastante pequena, como uma rua ligando os dois portais e uma ou duas outras paralelas. Em torno da praça principal, a Piazza Roma, as antigas mansões dos mais poderosos do pedaço, a Paróquia de Santa Maria Assunta e o Museu “Monterrigioni in Arme”.

Monteriggioni

A visita ao “borgo” é feita a pé, já que o acesso a veículos não é permitido no pequeno centro histórico. Com o terreno praticamente plano, é simples explorar suas pequenas vielas, espiar as lojas com bonitos trabalhos de artesanato como cerâmicas, peças em tricô, vinhos, queijos produzidos na região.

Monteriggioni

Apesar do trocadilho, o ponto alto do passeio, é o percurso em uma passarela no topo ao longo das muralhas. Para um lado se tem a magnífica paisagem do vale e do outro, um privilegiado ponto de vista de toda a cidade. Com ingresso barato, o caminho, exceto nas terças feiras no inverno, funciona durante todo o ano com um intervalo para almoço entre 13h30 e 14h00.

Monteriggioni

Ainda que bem pequena e praticamente no meio do nada, Monteriggioni atrai fãs de todas as idades do game “Assassins Creed” que se batem para lá a fim de conferir o cenário de um dos capítulos da saga. Como muralhas e torres fielmente reproduzidas no jogo, não é incomum encontrar visitantes procurando a fictícia “Villa Auditore”.

Monteriggioni

Monteriggione é também muito procurada na primeira quinzena de julho, quando é realizado o “Festival Medieval Monteriggioni". Além dos moradores trajados como na Idade Média, há exibições de falcoaria, música e dança, duelos, barracas com artesãos confeccionando acessórios medievais, desfiles noturnos com tochas e claro, comida e bebida. É um evento imperdível para quem está na região e a programação detalhada pode ser conferida em http://www.monteriggionimedievale.com/

Monteriggioni

A quinze quilômetros de Siena, a forma mais simples de chegar a Monteriggioni é de carro. Embora seja igualmente fácil fazer a visita utilizando transportes públicos, o passeio deve se possível, ser evitado aos domingos, quando a frequência dos ônibus regulares que partem de Siena é mínima.

Monteriggioni

A viagem de ida de 25 minutos pela linha 130A (“A” de andata) com destino a San Gimignano (aliás, uma ótima dobradinha) deixa os passageiros na parada “Rotonda” a 650 metros da “Porta Fiorentina”. Para voltar, a mesma linha na versão 130R (“R” de ritorno) na mesma parada do lado oposto, ou na parada “Scuole”, na estrada, pouco depois do estacionamento, uma caminhada de 550 metros a partir da “Porta Romea”. Consulte os horários de ida e de volta: http://www.tiemmespa.it/index.php/Viaggia-con-noi/Orari-e-linee/Siena/Extraurbano

6 thoughts on “As legítimas muralhas medievais de Monteriggioni na Toscana”

  1. Olha eu aqui de novo…Menina, coisa confusa entender direito esses horários dos ônibus…! E não localizei a parada Scuole citada por você.
    Veja: de Siena quero ir direto a San Gimignano numa quinta-feira(tem feira local) e na volta parar em Monteruggioni.
    Então, teria que chegar em SG umas 9h, para percorrer/curtir a feira, calmamente visitar a cidade e depois andar os 650m até a parada.
    Depois de conhecer Monteruggioni, retornar a Siena.
    Você acha que é possível? Me pareceu que não…Os horários não batem…
    Em Siena tem várias paradas, é isso? Obrigada de novo!!!

  2. Olá, Roxane
    Concordo plenamente: Entender as tabelas é tarefa que pede uma aspirina além de uma dose cavalar de paciência para decodificar os símbolos comuns em horários de ônibus na Itália.

    Estive olhando os horários atuais do ônibus 130 e acredito que seja possível, desde que de olho no relógio durante o passeio, conjugar as duas cidades. Pensei também no horário de verão da Itália, que neste ano termina em 30 de outubro.

    Dependendo da data de sua visita, vale consultar a que horas o sol se põe para não precisar caminhar no escuro para a parada do ônibus em Monteriggioni. A cidade é minúscula e a visita pode, com relativa tranquilidade, ser breve. Sendo a parada na estrada, fora da muralha, será preciso reservar uma segura margem de tempo para o caminho da volta. Como o trajeto é igual ao da chegada (desta vez descendo a ladeira), dá para fazer um cálculo aproximado. O lado bom, é que o ponto de embarque para Siena será o mesmo utilizado na chegada de San Gimignano.

    Sim, há algumas paradas em Siena, mas a da Viale Tozzi é a inicial/final. Segundo a tabela da linha 130A no sentido Siena-San Gimignano, a viagem direta que parte às 08h22 da parada “Via Tozzi” (na Piazza Antonio Gramsci) chega a San Gimignano (parada “Porta San Giovanni”) às 09h35.

    Um bom horário para a volta seria o ônibus das 15h40 (com chegada em Monteriggioni às 16h29). Para Siena, na mesma parada, o das 17h45 – ainda com claridade, ou o das 18h38, provavelmente desnecessário.

    Como a visita a Monteriggioni será depois de San Gimignano, a parada mais conveniente é a “Rotonda”, ao invés da “Scuole” (que não é mencionada na tabela de horário no sentido Siena). Esta fica até um pouquinho mais perto da entrada oposta: são 600 metros, cumpridos em menos de 15 minutos.

    De acordo com o Google Maps, a coordenada exata da parada em a Monteriggioni é 43°23’35.1″N 11°13’04.2″E. Na função street view dá para ver os detalhes da rota a pé. Repare que existe adiante uma faixa de pedestres para atravessar a rodovia. Encontrei também um mapa do Ofício de Turismo bastante claro. Clique nas marcações em vermelho para ver as direções do ônibus na parada “Rotonda”. A propósito: as marcações em verde são as da parada “Scuole”, também nos dois sentidos.
    http://www.monteriggioniturismo.it/it/informazioni-turistiche/come-arrivare-e-dove-parcheggiare/

  3. Nooossa ! Super! Nem sei como te agradecer. Vou te levar comigo! Beijos e mais beijos!(mas…acho que volto pra tirar mais dúvidas…rsrs)

  4. Ôôpa! Roxane,
    Toscana? Pena ter engordado e não caber mais em uma mala de cabine. Adoraria….

    A propósito do passeio Siena-San Gimignano-Monteriggioni, lembrei de mais duas coisas:

    – Um detalhe que pode passar batido: Os horários de retorno vespertino da linha 130 que consultei na tabela em vigor desde 11 de junho, não acontecem aos sábados (e aos domingos é muito pior);
    – Como a rodoviária de Siena na Viale Lombardi é relativamente nova e as informações nem sempre são prontamente atualizadas, fico imaginando que em algum momento todas as linhas interurbanas terão migrado para lá. Sendo a Via Tozzi (Piazza Gramsci) muito próxima do Centro Histórico, valeria dar uma passada por lá na véspera da viagem para verificar se parada informada na tabela continua lá.

    Volte sempre. Estou em vias de (finalmente!) ter algum tempo livre para novos posts.

  5. Boa indicação. Pensando mesmo em procurar, para alugar, apartamento perto da Piazza Gramsci, para facilitar. É região de ladeira? É agradável? Beijo!

  6. Olá, Roxane

    Esta parte de Siena é bem próxima do Centro Histórico. Por ser um local de passagem de ônibus urbanos, a Piazza Gramsci e a Via Tozzi são um tanto movimentadas. Apesar de Siena ter um bocado de ladeiras, este trecho é razoavelmente plano e conveniente por ser bem servido por transportes. Seria bem legal conseguir alugar nas ruas de trás (a Via Montanini exclusivamente de pedestres, por exemplo) ou nas proximidades da Piazza Giacomo Matteotti, onde existe uma filial do supermercado Conad.

    Para facilitar um pouco a vida dos moradores e visitantes, Siena conta com algumas escadas e esteiras rolantes para poupar as canelas em ladeiras os escadarias. Por enquanto são três:

    http://en.sienaparcheggi.com/en/1020/Escalators.htm

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *