Primeiro de Maio – Enquanto uns se divertem, outros trabalham

Compartilhe

O simples ato de viajar é capaz de mudar a vida de uma pessoa. Parecendo a princípio uma atividade supérflua, dar uma pausa na rotina, fazer as malas e partir para longe de casa além da diversão e de ampliar os conhecimentos de culturas diferentes, proporciona a oportunidade de ao entrar em contato com outras vivências, ter tempo para refletir sobre a própria vida e voltar para casa disposto a melhorar.

A diversão começa antes mesmo de se por o pé na estrada. O processo de pesquisar e escolher onde se pretende ir e a preparação do roteiro é um trecho do passeio que já está sendo curtido em casa. Uma viagem, mesmo que não seja exclusivamente por lazer é, através de suas recordações, algo que nunca termina não estraga e nem se perde.

Recentemente, ao organizar fotografias de viagem, notei que algumas involuntariamente haviam capturado imagens de profissionais ligados ao turismo em pleno exercício de suas atividades. Mesmo sendo basicamente uma viajante independente, não pude deixar de pensar na importância do trabalho dessas pessoas, tanto para sua cidade como para quem a visita.

Casa Milà

Direta ou indiretamente, são estas as pessoas que asseguram o sucesso de qualquer passeio e, quase sempre, nosso único contato humano quando estamos fora de casa. Sem sua contribuição, nem o mais perfeito roteiro de viagem funcionaria.

Estação Termini

Vários países comemoram em 1º de maio o Dia do Trabalhador. Enquanto nesta data a maioria das pessoas aproveita o feriado para viajar, há um verdadeiro exército que trabalha dobrado, como os profissionais da área turística, para a diversão dos outros.

O “Viajante Crônica”, fruto da vontade de compartilhar as alegrias de uma viagem, não poderia deixar de prestar homenagem a este grupo de trabalhadores, fundamental para o êxito de qualquer expedição e principal elo entre o turista e uma cidade visitada.

Aeroporto Charles de Gaulle

Canal Grande

Hohenschwangau

Estação Termini

Alhambra

Coliseu

Coliseu

Veneza, Itália

Roma, Itália

Córdoba, Espanha

4 thoughts on “Primeiro de Maio – Enquanto uns se divertem, outros trabalham”

  1. E o porteiro da casa Batló? Ou será do “la Pedrera”?
    Tenho que ir mais algumas vezes a Barcelona…
    Será que aguento?

  2. Oi, Aline

    É um raro momento de sossego na rotina do pessoal que trabalha na Casa Milà, vulgo “la Pedrera”. A Batlò fica mais adiante, no outro lado da calçada

  3. Obrigada, Aline

    O legal é observar que nesta tranquila imagem tem uma pessoa se esforçando para manter o equilíbrio sem sequer pensar nisso… É um trabalho cansativo porém, dá para ficar zen.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *