Rheinfähre – Uma bela forma de cruzar o Rio Reno na Basiléia à moda antiga e gastando pouco

Compartilhe

Basiléia

Com um bonito centro histórico medieval, grande variedade de museus de qualidade e ocupando uma estratégica posição junto da fronteira com a França e a Alemanha, a cidade suíça da Basiléia além de proporcionar por si só diversão e arte é, graças a seu ótimo sistema de transportes, uma excelente base para explorar os dois países vizinhos.

Basiléia

Responsável por sua prosperidade, o Rio Reno, uma das mais importantes rotas comerciais da Europa, sempre esteve intimamente ligado à cidade, que cresceu ao longo de suas margens, de um lado o distrito de “Grossbasel” e do outro, “Kleinbasel”.

Basel Münsterfähre 0185-dzFonte: Wikimedia Commons, Autor: Pedelecs

Como até meados do século dezenove a única ligação física entre as duas partes da cidade era através da antiga ponte “Mittlere”, a travessia para quem estava distante daquele ponto era feita por barcos, os Rheinfähren.

Basiléia

Com a construção de novas pontes o uso das embarcações se tornou desnecessário. Porém, elas já haviam se transformado em um querido símbolo da cidade perfeitamente integrado à paisagem. Para preservar seu valor histórico foi criada uma fundação que as mantêm em funcionamento.

Basiléia

Hoje em dia, é uma atração muito popular entre turistas curiosos para atravessar o Rio Reno em um tradicional e peculiar meio de transporte com mais de 150 anos de existência em um de seus quatro barcos operando em diferentes pontos: O "Wild Maa" em St Alban, o "Leu" em Münster, o “Vogel Gryff” no Klingental e o “Ueli" em St Johann.

Basiléia

Os “Faehri” da Basiléia, conhecidos como “pontes voadoras”, são ambientalmente corretos e não tendo motores, não utilizam nenhum tipo do combustível. Aproveitando a forte correnteza do rio Reno, são empurrados exclusivamente pela força das águas.

Basiléia

O sistema é simples e engenhoso: Um cabo de aço que atravessa o rio é fixado em cada margem. Perpendicular a este e com um aro móvel, outro cabo ligado ao barco que ao ser posicionado a 45 graus do rio é impulsionado pelo fluxo para a direção oposta.

Basiléia

Basiléia

O “Basel Fähre” é uma embarcação de madeira com fundo plano, com bancos ao longo das laterais. Na parte da frente há uma espécie de plataforma para o embarque e desembarque dos passageiros. A parte de trás coberta, é de onde o “Fäärimaa” (barqueiro) controla conforme o ângulo dos lemes a velocidade e a direção.

A curta travessia que leva poucos minutos é certamente muito menos prática do que atravessar uma ponte a pé ou de tram. Mas a possibilidade de um passeio, mesmo que pequeno, para contemplar a Basiléia do famoso rio Reno em um meio de transporte tão encantador, ainda por cima barato em uma cidade tão cara, é irresistível. Informações sobre preços e horários: http://www.faehri.ch/#_=_

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *