O emocionante Palio della Ballestra em Sansepolcro na Toscana

Compartilhe

Sansepolcro é uma pequena cidade da região da Toscana, na província de Arezzo, conhecida por ter sido o berço de um dos grandes mestres do Renascimento, Piero della Francesca, considerado o precursor da técnica da perspectiva, uma verdadeira revolução na pintura, posteriormente aperfeiçoada por Leonardo da Vinci e Rafael.

Palio della Ballestra

Ainda com edificações medievais no Centro Histórico e obras de arte relevantes como o afresco “A Ressureição”, o trabalho mais consagrado de Piero della Francesca no Museo Civico, a cidade Sansepolcro oferece para quem a visita na primeira semana de setembro uma festa primorosamente bem cuidada, o Palio della Ballestra.

Palio della BallestraPalio della Ballestra

O Palio della Ballestra de Sansepolcro acontece no segundo domingo de setembro e é precedido por duas semanas de festividades na cidade com espetáculos de dança, música, bandeiras e marionetes, desfiles, exposições, concursos e diversos eventos que atraem não somente os moradores, mas grande quantidade de visitantes.

Palio della Ballestra

O torneio realizado anualmente conta com a participação dos cidadãos de Sansepolcro e dos da “rival” Gubbio, na região da Úmbria. As duas cidades têm em comum o fato de serem as únicas a manter continuamente a prática da balestra, ou besta, desde o século dezessete, e ambas promovem seus respectivos pálios tendo a outra como desafiada.

Palio della BallestraPalio della Ballestra

O objetivo da competição é acertar um alvo em forma de cone com uma flecha de uma balestra apoiada em uma plataforma a uma distância de 36 metros. Os arqueiros de Sansepolcro e Gubbio se revezam e o prêmio para o vencedor é um manto de lã, um pálio, que é criado a cada ano por um artista diferente.

Palio della Ballestra

Seguindo a tradição à risca, o evento começa pela manhã com um arauto desafiando os rivais da cidade de Gubbio. Na parte da tarde, os arqueiros se encaminham para o local da competição, na Piazza Torre di Berta. Em trajes medievais (os de Gubbio) e renascentistas (de Sansepolcro) os arqueiros desfilam pelas ruas precedidos pelas bandeiras nas cores dos antigos bairros, pelas damas e crianças ao som de tambores e trombetas.

Palio della Ballestra

O desfile conta com centenas de participantes que vestem figurinos e penteados de época são criteriosamente pesquisados e são confeccionados de acordo com as imagens dos afrescos de Piero della Francesca.

Palio della Ballestra

Paralelamente acontece o “Mercato di Sant’Egidio”, uma fiel reconstituição de um mercado renascentista organizado pela associação local “Rinascimento nel Borgo”. A pesquisa para os materiais empregados na montagem, na disposição e nos artigos expostos nas “bancas” é feita com base em dados obtidos junto a Universidade de Urbino.

Palio della Ballestra

Pelas ruas do centro histórico há diversas tendas expondo elmos, trajes de competição, bancas representando antigas guildas dos tecelões, joalheiros, comerciantes de lã. Em cada uma delas os representantes estão trajados com figurinos de época.

Palio della Ballestra     Palio della Ballestra

O primor, a beleza e a seriedade com que são organizados o torneio e os eventos que acontecem durante o Palio della Ballestra, emocionam e contagiam não só os que participam, mas também o que assistem. É uma festa impecável e sua programação pode ser consultada em http://www.balestrierisansepolcro.it/calendario.php

Palio della Ballestra     Palio della Ballestra

Presenciar a competição final que acontece no domingo foi uma experiência inesquecível. Lamento apenas não ter "chegado de véspera" para assistir ao espetáculo das bandeiras que acontece na noite do último sábado da festa. Ao som de tambores e trombetas as bandeiras coloridas dos bairros são conduzidas por participantes em trajes de época que executam elaboradas coreografias. Fica a sugestão...  

Palio della BallestraPalio della Ballestra

Sansepolcro fica no sudeste da Toscana, na divisa com a região da Úmbria. Apesar da distância de menos de 120 quilômetros de Florença, é um bate e volta trabalhoso, pois não existe uma ligação direta por transportes públicos: É preciso passar em Arezzo, e aos domingos a frequência dos ônibus é ínfima. A maneira de chegar lá foi explicada neste post.

Palio della Ballestra

Para os que vão de carro, a viagem em torno de uma hora e meia é muito tranquila e, dada a proximidade, pode oferecer aos apreciadores de Piero della Francesca a oportunidade de conhecer sua bonita “Madonna del Parto” no museu homônimo na cidade vizinha de Monterchi.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *