Durdle Door – Um excepcional cartão postal da Costa Jurássica inglesa

Compartilhe

Bastante frequentado pelos ingleses durante o verão, o bonito litoral ao sudoeste da Inglaterra na região do Dorset oferece praias e paisagens de extrema beleza. Por causa de seus penhascos formados nos períodos Triássico, Jurássico e Cretáceo, a área conhecida como Costa Jurássica é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade e sua imagem mais famosa é o arco natural de Durdle Door.

Durdle Door

Mesmo quem nunca ouviu falar, ao olhar uma foto reconhece o cenário de cartão postal deste arco formado pela erosão do mar em um penhasco deixando à mostra suas camadas de diferentes tipos de pedra embelezando a praia.

Durdle Door

Aproveitando uma estada não muito curta em Londres, separei um fim de semana para me hospedar na cidade de Bournemouth explorar um pouco da região do Dorset e, de quebra, concretizar um dos sonhos da infância de ver de perto esta linda obra de arte esculpida pela natureza ao longo dos séculos.

Durdle Door

Durante a pesquisa, deu para perceber que o passeio prometia ser cansativo porque, estando em uma área de proteção ambiental em que o tráfego de veículos é proibido, o acesso às praias, entre o penhasco e o mar, só podem ser atingidas a pé, subindo e descendo a montanha, uma boa caminhada tanto na ida como na volta.

Durdle Door

Ao chegar à porteira que fica na base da colina, início do caminho para a praia, só de olhar os largos degraus ascendentes que parecem não ter fim, dá um certo desânimo. Mas apesar de longa, são quase trinta minutos até o topo, a subida não chega a cansar e o pequeno esforço é totalmente recompensado pela paisagem.

Durdle Door

Ao atingir o cume da colina o prêmio é o panorama da costa de Dorset com suas falésias brancas da baía de Man of War. Prosseguindo um pouco mais se chega às escadarias que dão acesso à praia de Durdle. Não pude descer para ver de perto o arco, pois os degraus tinham sido destruídos pelas chuvas. Depois de quase dois anos para resolver quem pagaria pelo conserto, o governo ou a família Weld, que é dona da terra, finalmente foi inaugurado em março deste ano o novo acesso.

Durdle Door

Apesar de ficar um pouco “fora do caminho” e a frequência dos ônibus ser mínima é perfeitamente possível conhecer este magnífico lugar utilizando transportes públicos. É importante saber que o serviço não opera aos domingos e feriados e que o tempo de permanência será em torno de suficientes quatro horas.

Durdle Door

A primeira parte da viagem é moleza: Basta tomar um trem até a estação de Wool, a mais próxima de Durdle Door. A segunda é embarcar no ônibus da linha 104 (Wool-Lulworth-Bovington-Wareham). A curta viagem leva cerca de quinze minutos. Os horários podem ser consultados em: http://www.travelinesw.com/swe/XSLT_SELTT_REQUEST
https://www.damory.co.uk/timetables/

Durdle Door

O destino final é a parada “Durdle Door Park Entrance” junto ao vilarejo e ao estacionamento, do lado oposto ao ponto de embarque do ônibus para a volta. Tirando as limitações de horários impostas pelos transportes, quem faz a mesma visita de carro igualmente terá que caminhar as mesmas distâncias.

Durdle Door

Durante a alta temporada, do final de junho até meados de setembro, a oferta de transporte aumenta consideravelmente com entrada em serviço das linhas especiais de verão. A Breezer30, com quatro viagens diárias em ambos os sentidos liga as cidades de Dorchester a Swanage, passando por Wool e Weymouth, inclusive nos domingos e feriados. Os horários: http://www.morebus.co.uk/urban.shtml

Durdle Door

O acesso ao parque é inteiramente gratuito durante todo o ano. Funcionando de março a outubro, a loja do camping Durdle Door Holiday Park, próxima ao estacionamento oferece a comodidade de banheiros, alimentação e lembranças. Para encontrar no mapa a praia e o arco tome como base o endereço do camping que é: West Lulworth, Dorset, BH20 5PU.

10 thoughts on “Durdle Door – Um excepcional cartão postal da Costa Jurássica inglesa”

  1. Olá Monica!

    Lindo, lindo, lindo …
    Ainda mais ansiosa para conhecer Durdle Door.
    Já está anotado as dicas, obrigada!

    Abraços.

  2. Taysa,

    Este passeio realmente vale a pena. Fui com muita ventania, frio e alguma chuva e nem com isso o lugar perdeu o encanto. Imagino que no verão fique mais bonito ainda. Aproveite muito – o Dorset é muito especial e não deixe de provar um “cream tea”, uma deliciosa bobagem: chá com os bolinhos “scones” geléia e creme de leite.

  3. Oi Monica, tdo bem??
    Desculpa a demora na resposta, mas sabe como é a correria semanas antes da viagem?!
    E ainda estou tentando fechar os roteiros, até agora só fechei Liverpool rsrsrs.
    Enfim, gostaria de saber se você mais sobre essa região de Dorset?
    Porque em um dia tentaremos fazer o passeio para o Corfe Castle e Dundle Door, e no outro gostaria de conhecer West Bay, ou Abbotsbury, ou algum outro lugar legal, com belas paisagens e vilarejos.
    Você sabe me dizer se encontraremos fácil agências de turismo que fazem esses passeios??
    Ou se teremos condições de fazê-los sozinhos??

    Abraços

  4. Olá, Taysa,

    Não cheguei a conhecer, mas quando planejava a viagem para o Dorset, também me interessei por West Bay e Abbotsbury (que deve ser uma belezura). Acabei trocando por Durdle Door e a pequena Corfe, respectivamente, por achar as paisagens semelhantes.

    Lembro que também planejava conhecer Salisbury para de lá dar um pulo em Stonehenge, porém, mais do que a chuva, o forte vento atrapalhou a visita ao famoso monumento que fica no meio da estrada.

    Embora faça a maior parte das visitas de forma independente, há lugares que aderir a um tour poupa tempo e energia. Mesmo não tendo nenhuma indicação específica, sei que existem boas e confiáveis empresas que fazer o passeio a Stonehenge saindo de Salisbury, fáceis de encontrar e até reservar online.

    Pesquisei também naquela ocasião: Sherborne Abbey, Shaftesbury, Brownsea Island e Wimborne Minster. Dê uma espiada para ver se apetece.
    Para calcular rotas, em transportes públicos,em toda a Inglaterra utilizei http://www.traveline.info/
    Para a região específica, http://www.travelinesw.com/swe/XSLT_TRIP_REQUEST2?language=en&timeOffset=15
    O aplicativo para smartphones é gratuito.

  5. Nossa, realmente existe um lugar mais bonito que outro para ver, não só nessa região, mas em toda a Inglaterra, teria que ficar um ano e só viajando rsrsrs …
    Mas como isso não será possível tentarei ir nos lugares mais próximos, acho que West Bay e Abbotsbury que poderemos ir por conta, mas confesso que gostaria muito de ir até aquela ruazinha de Shaftesbury que sempre aparece quando pesquisamos no google rsrsrs …
    Depois que voltarmos contarei para onde fomos.

    Abraços Monica!

  6. Ah Monica, esqueci de perguntar, anotei as informações sobre transporte que você me passou, mas gostaria de saber se conseguimos fazer no mesmo dia Corfe Castle e Dundle Door, um pela manhã e outro a tarde??

    Obrigada!

  7. Taysa,

    Possível até é, mas com muito sacrifício para acelerar o passo e tensão com os horários dos ônibus. Provavelmente será preciso abrir mão do trem histórico entre Swanage e Corfe e dispensar a subida às ruínas do castelo de Corfe e visitar apenas o vilarejo. Não esqueça que Durdle Door pede longas caminhadas e tempo para vencer as distâncias de subida e descida, além das paradas de ônibus não serem tão próximas da entrada do parque.

    Sei não, Taysa… Decisão difícil…

  8. Hum, entendi, então vamos ter que rever o roteiro, porque não gostaria de perder nenhum dos dois.
    Obrigada Monica!

  9. Taysa,

    Foi esse tipo de decisão difícil que acendeu minha paixão por viajar. Sempre se volta para casa com alguma coisa faltando e esta lacuna nos empurra para uma próxima rodada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *