Roteiro em Paris para escapulir de uma longa conexão no aeroporto

Compartilhe

Conversando com conhecidos ou respondendo a perguntas aqui no blog, tenho percebido um crescente número de pessoas que viajando para a Europa precisam fazer uma conexão demorada. Uma espera prolongada no primeiro aeroporto antes de embarcar para o destino final em um horário menos concorrido pode tornar a passagem mais barata. Porém, há quem deliberadamente escolha um intervalo maior para dar um “plus” ao passeio,permitindo um giro, mesmo que superficial,  na primeira cidade em que o avião pousa.

Catedral de Notre Dame

Em um post anterior (este aqui) explico como, em uma conexão com mais de cinco horas nos dois principais aeroportos de Paris, dar uma escapulida para ver a Torre Eiffel da Esplanada de Trocadèro, que é na opinião de muitos, o melhor ângulo para se contemplar o maior símbolo da França. Além de gratuito,por ser um logradouro público, não sofrer nenhuma restrição de horário.  Aqueles que têm uma conexão dez horas, podem sonhar mais alto e ver além da torre, outros símbolos da cidade.

Torre Eiffel

Se sua conexão acontecer em Paris e for suficientemente longa para uma escapulida, saia de casa com uma estratégia bem planejada. Além do mapa da cidade, serão úteis: os mapas dos terminais no aeroporto (aqui), o plano de situação da estação de trens (aqui) e o simulador de viagens do RER e metrô (aqui). Pousando no horário previsto e tendo passado pelo controle de passaportes, acerte o horário de seu relógio e faça as contas para saber qual será tempo líquido para desfrutar Paris. Subtraia quatro horas e meia do intervalo entre os vôos, sendo, três horas e meia para os deslocamentos de ida e volta para a cidade e outra para locomoção na ida e na volta dentro do aeroporto, controle de segurança com a bagagem de mão, acesso à sala e ao portão de embarque.

Prefeitura de Paris

Este roteiro, com duração em torno de seis horas líquidas em Paris, contempla algumas das mais procuradas atrações. O primeiro passo é se dirigir a estação RER de trens suburbanos, comprar as passagens (tanto ida como volta) nas máquinas de autoatendimento ou nas bilheterias, descer para a plataforma e embarcar no RER B. Embora alguns parem em estações da periferia, todos vão para Paris deixando passageiros em todas as estações dentro da cidade. Desça na estação Saint-Michel-Notre Dame (40 minutos de viagem) e procure a saída Parvis Notre Dame.

1 – A primeira visita é a Catedral de Notre Dame que fica no Parvis Notre Dame. Saindo de lá, tome a rua e a Pont d’Arcole à direita até a Place de l’Hôtel de Ville para ver a Prefeitura de Paris;

2 – Entre na estação do metrô, do outro lada da calçada, na Rue de Rivoli, e compre cinco bilhetes “t+” com validade de 90 minutos (se estiver em dupla, escolha o carnê de 10 viagens, e economize 30%). Embarque na linha 1, direção La Défense, e desça na estação Palais Royal- Musée du Louvre. Tome a passagem em frente à Rue de Rohan para ver a pirâmide do Louvre;

Pirâmide do Louvre

3 – Atravesse a Place du Carroussel, veja o Arc de Triomphe du Carroussel e siga pelo Jardin des Tuileries até a Place de la Concorde;

4 – Na Place de la Concorde, procure o acesso para a estação de metrô na esquina com a Rue de Rivoli (na Galerie du Jeu de Paume) tome a linha 12, direção Porte de la Chapelle, descendo na estação Lamarck Caulaincourt, em Montmartre;

Place de la Concorde

5 – Siga pela Rue Lamarck ou Rue Caulaincourt e entre na Rue des Saules, descendo até a Rue Norvins;

6 – Siga à esquerda pela Rue Norvins até a Place du Tertre entrando à direita na Rue du Mont Cenis até a Basílica de Sacre Coeur;

Rue du Mont Cenis, Montmartre

7 – Desça a primeira escadaria e um pouco à esquerda, na Rue du Cardinal Dubois, tome o Funicular até a Place Saint Pierre. Aproveitando o mesmo bilhete de viagem embarque no metrô na estação Anvers (na Place d’Anvers), linha 2, direção Porte Dauphine, descendo na estação Charles de Gaulle- Étoile;

8 – Veja o Arco do Triunfo e a Avenue des Champs- Elysées e retorne para a mesma estação de metrô. Desta vez embarque na linha 6, direção Nation, descendo em Trocadéro para ver a Torre Eiffel da Esplanada;

Arco do Triunfo

9 – Consulte o relógio. Está na hora de voltar para o aeroporto? Retome a mesma linha de metrô, seguindo a mesma direção até a estação de Denfert-Rochereau. Na praça de Denfert-Rochereau há uma estação do RER. Tome a linha B até o Aeroporto de Charles de Gaulle (viagem em torno de 45 minutos).

Ainda tem tempo? Desembarque igualmente em Denfert-Rochereau, e sem sair da estação de metrô faça correspondência com a linha 4, direção Porte de Clignancourt até a estação Cité;

Jardin des Tuileries

10 – Em frente à saída da estação Cité na Rue Aubé, fica a na Place Louis-Lépine. Veja o mercado de flores e pássaros e tomando a direção esquerda do Quai de la Corse, caminhe pela beira do rio. Veja a Conciergerie na esquina com o Boulevard du Palais e se for hora de voltar, entre no Boulevard du Palais à esquerda, e dobrando novamente à esquerda, atravesse a Pont Saint-Michel. Na calçada junto ao rio, há um acesso para a estação Saint-Michel-Notre Dame do RER, para retornar ao aeroporto (viagem de cerca de 40 minutos);

Basilica de Sacre-Coeur

11 – Para quem ainda está no horário, atravesse o Boulevard du Palais acompanhando a orla, entre à esquerda na Rue de Harlay para conhecer a Place Dauphine. Se ainda tiver uma hora e meia em Paris, atravesse a Pont Neuf e procure atrás da estátua de Henry IV uma escadaria que dá na Square du Vert Galant. Ali fica o ancoradouro de um serviço de passeios de barco de uma hora pelo Rio Sena. Quem sabe ainda há lugares disponíveis e está na hora de saída de um deles?

137 thoughts on “Roteiro em Paris para escapulir de uma longa conexão no aeroporto”

  1. Muito Bacana esse novo post Mônica, esse seu trabalhão para nos ajudar a ter uma viajem dos sonhos é realmente fantástico, fico imaginando que você realmente deve ser uma pessoa fantástica de ser amiga! =)

    Nós vamos seguir muitas partes do seu roteiro, só que vamos dar aquela escorregada até o outlet, porque estaremos sem roupa própria de frio, rsrs…

    Muito Obrigada por tudo, quando tiver o roteiro certinho que iremos fazer te mando, para que vc aprove pra gente! =)

    Obrigadão
    Bjos Doces

  2. Silvia,

    Então talvez seja melhor fazer o roteiro invertido. Vindo do aeroporto descendo do RER em Saint-Michel-Notre Dame,passe para a estação de metrô, compre os bilhetes e pegue a linha 4, direção Porte d’Orléans. Na estação seguinte, Odéon, faça correspondência com a linha 10, direção Pont de St-Cloud, até Charles Michels.

  3. Monica, tudo bem?

    Eu tenho uma conexão de 10 horas em Paris em Outubro, você faz trabalho de guia?

    Aguardo retorno, obrigada

    (Por e-mail)

  4. Oi Meire,

    Infelizmente, não. Sou apenas uma viajante que gosta de escrever ( ou uma escrevedora que gosta de viajar).
    Boa sorte.

  5. Meire,

    Aproveite o passeio e utilize transportes públicos – Tomar taxi é sem dúvida confortável, mas sempre estará sujeito a atrasos por conta de alguma retenção na estrada.

  6. Monica,

    Tive o prazer de ler os teus posts e quero agradecer muito por todas estas dicas. Chego em Paris no dia 12 numa conexao de retorno ao Brasil. Nossos horáarios sao chegada ao CDG 12:30 e saida do voo as 23:30. Tenho apenas mais uma pergunta a fazer, quais os locais que vc indica para fazer comprinhas de viagem??? Como estamos com nossa filha de 2 anos, teremos um roteiro reduzido… Vamos a torre, ao Champs Elysee, ver Notre Dame e o Louvre só por fora. Mais uma vez obrigado!

  7. Julia,

    Não sou um bom exemplo de consumidora. Grande parte das compras que faço é para atender a pedidos de amigos e parentes. Os mais cotados são cosméticos e perfumes (que encontro em uma das inúmeras filias da Sephora, ou na ótima Pharmacie des Archives, no 2 da Rue des Archives, metrô Hotel de Ville). Muita gente comenta os bons preços da City-Pharma no 26 da Rue du Four, metrô Saint-Germain des Près, porém a loja está sempre entupida de fregueses e pode ser estressante para uma criança tão pequena.

    Outro pedido recorrente é chocolate comum em barra, barato e facilmente achado em qualquer supermercado. Se quiser outras delícias, dê uma passada na Grand Épicerie – 38 Rue de Sèvres, metrô Sèvres-Babylone.

    Há um outlet de roupas, Mistigriff, no 83-85 da Rue Saint-Charles perto do metrô Charles Michels. Não conheço mas já ouvi um bocado de comentários favoráveis.

    Agora fazendo o papel de madrasta: Não esqueça de que o passeio em Paris acontece em uma conexão. Ou seja, a bagagem de porão já terá sido despachada na cidade anterior. Embora os vôos para o Brasil permitam até dois volumes por passageiro, você precisará decidir se despacha as compras perdendo um tempo no balcão “lembrando” ao(à) funcionário(a)o direito a esta franquia (e aí seria bom uma bolsa de viagem ou mochila com cadeado ou algo semelhante). Se for levar como bagagem de mão, terá que passar pelo controle de segurança, que faz restrições a determinados produtos (frascos de perfume, por exemplo).

    Seus elogios me enrubeceram… Obrigada. Aproveite o restinho da viagem e tenha um excelente regresso

  8. Olá, tudo bem. Seu site é ótimo e me fez ficar imaginando… Tenho uma conexão de 8 horas e meia no aeroporto charles de gaulle. Queria ir à basílica de sacre coeur neste tempo. Como seria a maneira mais fácil de fazer isso? Obrigada já antecipadamente. Beijos, simone

  9. Oi, Simone

    Saindo do aeroporto, tome o RER descendo em Gare du Nord. De lá tome o metrô da linha 4, direção Porte de Clignacourt, descendo na estação Barbès Rochechouart para fazer correspondência com a linha 2, direção Porte Dauphine. Desembarque na estação seguinte, Anvers, e siga pela Rue Steinkerque até a Place Saint Pierre onde fica a estação de baixo do funicular. Saltando na estação de cima, escadarias (dois lances) até a Basílica. A passagem do funicular tem o mesmo preço que ônibus ou metrô. Comprando o bilhete de transporte T+,com duração de 90 minutos, a viagem no funicular será entendida como continuação do trajeto e compreendida no valor da passagem.
    Aproveite!

  10. Tudo bem monica, irei sexta para edimburgo, mas terei uma parada em Paris- Charlles-de-Gaulle chegarei as 11:15 do sabado e irei 20:15 para edimburgo, terei um bom tempo e queria sber qual o roteiro mais seguro que posso fazer, para ver pelo menos a Torre Eiffel e se possível o arco do Triunfo! Mas como todo bom medroso quero voltar com folga ao aeroporto, rsrs, o que vocÊ recomenda????

    Outra coisa, o que você recomenda na alfandega, alguma dica??

  11. Oi, Fernando

    Para ter total paz de espírito, utilize sempre transportes públicos (trem RER ou metrô) e reserve uma confortável margem de quatro horas para deslocamentos entre a cidade e o aeroporto. Como sua conexão é de nove horas, você tem cinco para Paris.

    Também sou medrosa com horários de vôos, e embora o roteiro deste post (que contempla o Arco do Triunfo e a Torre Eiffel) possa ser feito em cinco horas,sugeriria, para a sua tranquilidade, cortar a voltinha em Montmartre. Ficaria assim:

    – Itens 1 a 3 exatamente como descritos;

    – Modifique a partir do item 4: Da Place de la Concorde prossiga pela Avenue des Champs-Elysées até o Arco do Triunfo.(Se achar conveniente,coma algo rápido – evite sentar em restaurantes para poupar tempo);

    – Recomece o roteiro no item 8: Do Arco do Triunfo, vá para a estação Charles de Gaulle- Étoile tomando a “linha 6, direção Nation, descendo em Trocadéro para ver a Torre Eiffel da Esplanada”;

    – Para retornar ao CDG siga o item 9. Se além das duas horas para o deslocamento (com enorme margem de segurança) ainda estiver sobrando uns 50 minutos, encare também o item 10.

    Fernando, desculpe, mas não entendi sua pergunta com relação “a alfândega”. É algo ligado a tempo de espera? Se for, não tem como prever a espera – depende da fila. Mas a tendência em um sábado, não feriado, é ser mais tranquilo. Não hesite em perguntar…

    Boa viagem

  12. Ola Monica!!
    Meu voo chega em paris as 9 horas da manha e a minha conexao é as 16 horas. Consigo fazer algo nesse tempo???

  13. Monica desde já agradeço a sua ajuda. Sou hiper medrosa e tenho medo de me perder. Voce poderia me dar o caminho das pedras? Tipo joão e maria ?? rsrsrs

  14. Ana,

    A explicação para a Torre Eiffel a partir da Esplanada de Trocadéro está bem mastigada no post que mencionei.

    Dê uma espiada lá na resposta para a Kelly, que dentro de uma conexão não muito longa queria ver algo além da torre. Sugeri uma olhada no Arco do Triunfo e uma volta pela Avenue des Champs Elysées, na mesma linha de metrô (a 6) só que três estações adiante, a Charles de Gaulle-Étoile. O retorno para o aeroporto é o mesmo, só que a viagem de metrô começa um pouco antes.

    Vá sem receio, vai dar tudo certo… Para aumentar a confiança, experimente usar em casa a função “street view” do Google Maps, passeando pelas ruas e conhecendo previamente em que lugar ficam as saídas/entradas do metrô. É divertido e dá uma tremenda segurança.

  15. Olá Mônica! Excelente sua dica. Só uma dúvida. Quando há essas conexões demoradas, por exemplo em Paris, há impedimento para deixar o aeroporto, sala em embarque e tudo mais e novamente retornar. A mala já estaria despachada numa situação dessa?

  16. Zeca,

    A imigração é feita em Paris na conexão para um país da Comunidade Européia. Seu passaporte é carimbado e este visto dá acesso aos países participantes. Cumprida a formalidade, você estará liberado para passear pela cidade. Voltando ao aeroporto, para ingressar na área de embarque e prosseguir a viagem, você e sua bagagem de mão terão apenas que passar pelo controle de segurança.

    Na esmagadora maioria das vezes, a bagagem de porão já estará despachada. Você só terá que recolhê-la no destino final. Confirme previamente com a empresa aérea.

    Ao fazer a imigração, além de apresentar o passaporte, tenha acessível as passagens de volta, reservas de hotéis e a comprovação de recursos suficientes para o período de estada, para o caso de algum deles ser solicitado pelo agente. É importante também o seguro obrigatório exigido pelos países signatários do acordo de Schengen (quase todos na Europa).

  17. Olá!! Tudo bem? Poderia me dizer como ir da torre eifell para o aeroporto CDG? Sabe se passa roissy bus por la?

  18. Gustavo,

    O Roissybus sai da Place de l’Ópera, um pouco longe da torre – Veja aqui: http://www.ratp.fr/en/ratp/c_22211/roissybus/

    A maneira mais simples seria, ao sair da torre, embarcar no RER C na estação Champ de Mars-Tour Eiffel com acesso próximo da Pont de Bir-Hakeim, fazendo correspondência com o RER B na estação Saint-Michel-Notre Dame.

    As coordenadas que passo neste post são para os que apenas pretendem contemplar a torre a partir da Esplanade du Trodadéro. Se for o seu caso, é só segui-las.

  19. Boa tarde , vou fazer uma escala de 10 horas em paris no aeroporto CDG , gostava de saber a maneira mais fácil e rápida de ver a torre Eiffel , o arco do triunfo , Sagrado coração , e se der mais alguns pontos turísticos , obrigado , adorei a seu pagina

  20. Marta,

    O roteiro deste post se encaixa sob medida no tempo de sua conexão em Paris. Ele contempla atrações como Catedral de Notre Dame, o prédio da prefeitura – o Hôtel de Ville, a pirâmide do Museu do Louvre, o Jardin des Tuileries, a Place de la Concorde, a Basílica de Sacre Coeur no bairro de Montmartre, o Arco do Triunfo, a Torre Eiffel vista da Esplanada de Trocadéro, a feira de pássaros e flores e a Conciergerie.

    Não esqueça de reservar tempo para os deslocamentos de trem do e para o aeroporto.

  21. Oi Monica!! muito legal suas dicas!!!

    Eu tenho uma duvida com relação onde ficar por 1 noite, pois minha conexão em Paris é chegando as 11:35 da manha no aeroporto e partida para Praga no dia seguinte as 7:30 da manha e gostaria de saber o que vale a pena, se é ficar em um hotel proximo ao aeroporto (pensando na partida de manha) ou proximo a cidade?
    Obrigado desde ja!!

  22. Rafael,

    Apesar da hospedagem próxima ao aeroporto ser muito mais conveniente (grande parte dos hotéis disponibilizam vans até os terminais) e se a bagagem já estivesse despachada até o destino final, estivesse eu em seu lugar, não pestanejaria: Já que teria que acordar cedo de qualquer maneira, ficaria na cidade para aproveitá-la o máximo possivel. Já tendo passado pela imigração na chegada, bastaria chegar em torno das 06h15 para passar pela segurança antes do embarque. Buscaria, no entanto, hospedagem em Paris perto do local de partida (ou de passagem) do meio de transporte que fosse utilizar para chegar ao aeroporto.

    Você não mencionou de onde parte seu voo para Praga, mas supondo que seja do CDG, você poderia ficar perto de Opéra, de onde sai o Roissybus (horários:http://www.ratp.fr/informer/pdf//orienter/f_horaire.php?loc=bus_paris&nompdf=roissybus&fm=pdf&default=h&lang=fr&partenaire=ratp) ou próximo a uma das estações do RER B dentro da cidade (horários: http://www.ratp.fr/informer/pdf/orienter/f_horaire.php?nompdf=b_jo_cdg&loc=horaires). A terceira alternativa, os ônibus da Air France partindo do Arco do Triunfo, não se encaixa em seu horário – começam a circular às 05h45.

    Caso sua partida seja de Orly, ficar perto da Praça Denfert-Rochereau seria conveniente: De lá sai o Orly bus (horário:http://www.ratp.fr/informer/pdf//orienter/f_horaire.php?loc=bus_paris&nompdf=orlybus&fm=pdf&default=h&lang=fr&partenaire=ratp) ou o RER B até Antony (horários:http://www.ratp.fr/informer/pdf/orienter/f_horaire.php?loc=horaires&nompdf=b_jo_rob&fm=pdf&default=h&mois=hiver&lang=fr&partenaire)e de lá a navette Orlyval para o aeroporto que começa a circular às 06h00 – esta viagem dura menos de dez minutos.

    Este mapa/esquema pode ser útil na escolha de seu “pouso” http://www.ratp.fr/informer/pdf/orienter/f_plan.php?loc=reseaux&nompdf=aeroport&fm=gif

  23. Oi Monica – muito obrigado pelas dicas e esta tabela de horarios ajudar muito! Minha partida é do CDG mesmo. Mais uma vez obrigado!!

  24. Não há de quê, Rafael,

    Só não esqueça de, na época de sua viagem, repetir a pesquisa: Conforme a estação do ano, os horários sofrem modificações e, mais importante, a RATP sempre avisa quando está acontecendo alguma interrupção no serviço.

    Boa viagem

  25. Vou agora no meio de Junho. Vc tem alguma indicação de hotel por la?

    Obrigado!!

  26. Rafael,

    Não faço recomendações de hospedagem, por entender que esta é uma escolha extremamente pessoal.Independente de orçamento, cada pessoa tem prioridades diferentes – tem gente que não dorme com barulho, tem os que priorizam um bom wifi (eu sou uma). Como você vai passar apenas uma noite em Paris, o ideal seria escolher um lugar além perto do meio de transporte a ser utilizado para o aeroporto bem conectado com as atrações que você planeja conhecer.

    Quando visito uma cidade, primeiro busco uma área que seja conveniente a programação, localizo no mapa os hotéis desta região, seleciono os que cabem em meu orçamento e decido depois de consultar resenhas como as do Trip Advisor, por exemplo. Sendo Paris o maior destino turístico do mundo, não será difícil encontrar um hotel adequado às suas necessidades.

  27. Rafael,

    Não seja por isso.

    E outra coisa: Paris é normalmente quente em junho – Se possível, hospede-se em local com “climatização”, como dizem por lá.

    Aproveite Praga que é linda e boa viagem.

  28. Boa noite Monica, eu vou a Suiça daqui a alguns meses e tenho uma escala de 12 horas em Paris, gostaria muito de conehcer a cidade, mas tem um detralhe nao falo outra ligua alem do portugues, e estou morrendo de medo de me perder no trem, voce poderia fazer um passo a passo p mim das estaçoes que tenho que descer para ver a Torre, louvre, arco, Catedral de Notre Dame e algum outro que de para fazer de trem.
    desde ja grata.

  29. Monica – só outra duvida, se eu ficar em um hotel perto de uma estação de metro ja consigo facilmente chegar no aeroporto, certo? nao preciso ficar necessariamente perto de uma estação RER B?

  30. Monica – naquela tabela de horarios do RER B eu nao consegui identificar o que significa cada uma daquelas siglas ELAN ECCO ICAR QADO, …… Estou vendo um hotel em St Michel/ Notre Dame com uma estação da RER B bem proximo, mas nao consigo descobrir o horario em que o trem passa por ali de manha.

    Obriogado!!!

  31. Camilla,

    Você não precisa saber fluentemente francês para andar em Paris, mas seria bom aprender um por favor, obrigada e mostrar no telefone ou anotado em um papel o nome do lugar que está querendo ir. Seria bom também você levar impresso (ou no telefone) o mapa das ruas de Paris e o esquema das linhas de metrô como este: http://www.ratp.fr/informer/pdf/orienter/f_plan.php

    Este post mostra tim tim por tim tim como ver atrações como a Torre Eiffel, pirâmide do Louvre, Arco do Triunfo e Catedral de Notre Dame e outras mais usando o metrô. É realmente um passo a passo.

    A estação do trem RER fica dentro do aeroporto. O mapa está aqui: http://www.aeroportsdeparis.fr/ADP/Resources/8102d608-a1c2-42cb-8252-f65f9acba3ae-plangareSNCF.pdf

    Aproveite com tranquilidade

  32. Rafael,

    Essas siglas servem para diferenciar as variações de rotas em um serviço de trens. Uma mesma linha de RER pode fazer alterações no itinerário para atender localidades em direções distintas – você pode ver no mapa que existem bifurcações. Cada uma das letras significa uma estação em que aquela composição específica vai fazer parada, a primeira é sempre o código da estação de partida, por exemplo. Já tentei estudá-la mas desisti dada a complexidade, no final das contas sem tanta importância para quem está na cidade apenas por algum tempo – existem cerca de 300 combinações só no RER B.

    Como seu horário é bastante apertado pela manhã, acho que fazer uma correspondência de metrô pode complicar a ida para o aeroporto. Por uma única noite, você poderia também considerar hospedagem perto da Gare du Nord, com muitos hotéis por perto. Não é um local bonito nem charmoso, porém é extremamente conveniente em termos de transportes. Apesar das aparências é mais seguro que muitos bairros ditos seguros por aqui – Até porque nós brasileiros entendemos muito bem linguagem corporal e sabemos lidar com tranquilidade com situações “de cidade grande”. Sendo o lugar relativamente perto de Montmartre, dá até para ir a pé e dar uma olhada na Basílica de Sacre-Coeur.

    Para ver o horário do trem, ao invés de utilizar a tabela, consulte o simulador de viagem da RATP no dia e hora de sua viagem a partir da estação mais próxima de sua hospedagem. O endereço é este: http://www.ratp.fr/itineraires/fr/ratp/recherche-avancee

    Boa sorte na procura de hotel

  33. Nossa – muito bom este link!! agora da pra ver claramente que tem um trem partindo da RER B St Michel as 5:36 e assim eu chego tranquilamente em CDG a tempo. Eu vi outro hotel em Opera mas o Roissybus parte as 5:45 e achei arriscado pois no site diz levar cerca de 60 min até CDG.

    Obrigado!

  34. Obrigada, Rafael,

    Se o hotel em Opéra for realmente interessante, o Roissybus ainda pode ser considerado – A primeira viagem saindo de Paris é às 05h15, um horário razoável.

  35. Olá Mônica!!
    Adorei suas dicas, e com certeza usarei muitas delas….vou à Lisboa em setembro minha conexão em Paris na dia será de 12 hs (durante o dia), e na volta será tbm de 12 hs só que chego em Paris as 18hs e a partida será as 7hs da manhã do outro dia….vc acha que posso ir passear por Paris sem problemas?…qual sua sugestão?
    Desde já agradeço.

  36. Complementando….na conexão que será durante o dia, já vou fazer o seu roteiro….minha pergunta refere-se a noite…com uma conexão tão longa, se consigo aproveitar.
    Abs

  37. Amélia,

    Paris é sempre interessante a qualquer hora. Um roteiro noturno descomplicado poderia ser um passeio de barco (com ou sem jantar) ou uma boa caminhada pela borda do Sena e pelo Quartier Latin (Boulevard Saint Michel, Jardin Luxembourg – aberto no verão até às 10h00, Pantheon e Rue Saint-Jacques jantando por ali. Poderia também percorrer toda a Av. Champs-Elysées desde a Place de la Concorde até o Arco do Triunfo (ou vice e versa).

    Recentemente respondi ao Rafael uma pergunta um pouco parecida como a sua. Ele chega ao aeroporto Charles de Gaulle às 11h30 partindo no dia seguinte às 07h30 para Praga. Já tendo passado pela imigração na chegada, sem precisar se preocupar com a bagagem já despachada e forçosamente acordando cedo, sugeri que se hospedasse em Paris perto de uma estação do RER B ou do Roissybus em Opéra.

    Sua situação tem significantes diferenças: Se Paris for sua última cidade na Europa será lá o controle de passaporte, demandando um pouco mais de tempo antes do embarque. Com um horário de partida às 07h00 e assumindo que seja do CDG, será necessário dormir perto do aeroporto, voltando à noite de Paris no último RER ou no Roissybus (que sai de Opéra um pouco mais tarde). Uma questão que pode atrasar um pouco a programação: A bagagem já estará despachada ou será preciso deixá-la em algum hotel?

    Não perca a oportunidade de ver Paris novamente. Pode ser até cansativo, mas você terá um bocado de tempo de vôo para se recompor.

    Boa viagem

  38. Ola Monica,
    Seu site é excelente, vc é realmente muito paciente e prestativa. Vou a Paris no final de outubro, conexão de 9 hs em CDG, e gostaria de conhecer a Torre e a piramide do Louvre. Acha que da tempo? O quanto ao clima nesta época do ano? Sei que é outono, mas é muito frio por lá?
    Muito obrigada e parabéns pelas dicas, são maravilhosas!

  39. Olá, Maysa,
    Com uma conexão de nove horas, dá para aproveitar em torno de cinco horas e meia na cidade – O tempo restante fica para os deslocamentos, controle de passaportes, possível fila na segurança (raio X da bagagem de mão) no reembarque e eventual fila para compra das passagens de trem.

    Se você pretende subir a torre, talvez fique um pouco arriscado. Mesmo comprando o ingresso antecipado, não fica livre das filas para os elevadores internos e ainda terá um bocado de caminhada – a área em torno da torre é enorme. Porém, dependendo do fluxo (e da hora) no dia, pode ser até ser possível.

    Caso sua ideia seja só vê-la da Esplanada de Trocadéro, você terá tempo de se aproximar da torre descendo pelos Jardins du Trocadéro e atravessando a Pont d’Iéna. Ao invés do metrô, faça o trajeto de ônibus até a pirâmide pela orla do Sena para ver o Palais de Tokio, a Pont de l’Alma, o Grand e o Petit Palais (e do outro lado a Pont Alexandre III), a Place de La Concorde e a lateral (murada) do Jardin des Tuileries – É quase um “city tour”.

    Os ingredientes do bolo:

    Saindo da torre, atravesse novamente a Pont d’Iéna e siga pela calçada da direita até a primeira parada de ônibus, junto ao rio. Tome o ônibus da linha 72 (direção Hôtel de Ville) descendo oito paradas adiante, no Quai Voltaire (parada Quai François Mitterrand, altura da Pont du Carrousel) atravesse, cruze a ponte e a pista no outro lado do Sena e, logo à direita (tcharã!) a pirâmide do Louvre.

    Para o aeroporto, (fique de olho no relógio) caminhe pelos pátios internos do Louvre (saindo na altura da Pont des Arts) e, acompanhando o Quais François Mitterrand. Atravesse a Pont du Change para passar em frente à Conciergerie, e prosseguindo pelo Boulevard du Palais, atravesse a Pont Saint Michel. O acesso à estação do RER B fica ao lado da ponte, na mesma calçada do rio. Se ainda tiver algum tempo, dê uma espiada na fachada da Catedral de Notre Dame, ali perto.

    Este outro post explica como ir do aeroporto até a Esplanade du Trocadéro; http://viajantecronica.com/2012/11/14/roteiro-em-paris-para-escapulir-de-uma-longa-conexao-no-aeroporto/

    Quanto ao clima, sei que outubro é um mês historicamente chuvoso. Quando estiver mais perto da viagem, consulte http://www.accuweather.com/en/world-weather Se preferir, troque na aba no alto à direita a escala da temperatura de Fahrenheit para Celsius

  40. Olá Monica!
    Gostei muito das suas dicas, mas ainda estou um pouco inseguro.
    Vou com minha namorada e chegaremos em Paris dia 23/06 às 08h00, com vôo de volta as 20h50.
    Gostaríamos de conhecer a Torre Eiffel, Museu do Louvre, Montmarte, Arco do Triunfo e a Champs Elysées.
    Acha que é possível? O que nos indica a fazer e onde almoçar sem gastar muito!
    Muito obrigado mesmo por ajudar sempre, seu site faz toda diferença na viagem!

  41. Oi, Thiago

    Embora em ordem diferente do que você listou, o roteiro desse post contempla essas mesmas atrações e cabe no tempo disponível. Para evitar ziguezagues, seria: Louvre (sem visita), Montmartre, Arco do Triunfo, Champs Elysées e vista da Torre Eiffel da Esplanade du Trocadéro.

    A inclusão de Notre Dame e da prefeitura é até providencial, por estarem no caminho entre a estação do trem RER e a do metrô da linha 1 até o Louvre. Se não apetecer o Jardin des Tuileiries (item 3), volte para a mesma estação que desembarcou (Palais Royal- Musée du Louvre) e continue a viagem de metrô na mesma direção, desta vez descendo em Concorde (2 estações) para fazer conexão com a linha 12 indo para Montmartre.

    Querendo encerrar com a vista da Torre Eiffel,cumpra o roteiro até o item 9 deste post.

    Com relação ao almoço, você encontrará em qualquer bairro de Paris restaurantes que servem o prato do dia mais em conta do que as opções do cardápio: É a tal da “formule” quase sempre uma entrada, prato principal e sobremesa. Os preços ficam expostos em tabuletas na porta (as ardoises).

    Como sou ansiosa, se estivesse em uma situação como a sua, não encararia um possível serviço demorado de restaurante. Provavelmente iria beliscar pela rua crepes, sanduíches, croissants em padarias ou mesmo passar em um mercado e comprar comida pronta (saladas, principalmente) para sentar em um parque e comer, como costumam fazer por lá.

    Antes de viajar, baixe o arquivo para o telefone ou imprima em casa um mapa do metrô, e se possível, das ruas do centro. Vá relaxado: Mesmo que errando, o passeio será muito bom.

  42. Monica,

    Muito obrigado pelas dicas, vou seguir o seu roteiro.
    Acho que um crepe vai ser uma otima pedida mesmo viu, já baixei todos os arquivos no celular!
    Não sei como seria esta viagem sem sua ajuda rsrsrs.
    Vi em outros lugares que posso deixar a mala no terminal 2 do Galles, correto? O que me indica?
    E mais uma vez, obrigado!

  43. Boa tarde Monica! O que vc acha…. chegando as 8 da manha no aeroporto de Paris com voo marcado pras 16 horas com destino a copenhague… O que vc me aconselharia a fazer neste intervalo? A torre ou este passeio?

  44. Thiago,

    Nesse tipo de conexão a bagagem de porão segue normalmente direto para o destino final. Provavelmente não será preciso utilizar o guarda volumes do terminal 2 (que fica no andar da estação de trens RER-TGV). Confirme antes da viagem com a empresa aérea.

    Você ficará espantado com a quantidade de comida de rua em Paris: baguettes lotadas de recheios, sanduíches gregos – uma festa. Escolha lugares com bastante fregueses, de preferência com cara de moradores.

    Se decidir passar no Jardin des Tuileries, vá ao quiosque da sorveteria Amorino, perto do lago e tome por mim um “L’inimitable” com chocolate e avelãs.

  45. Oi Evelyn,

    Ver apenas a torre é pouco e cumprir este passeio um pouco apertado. Dependendo de suas predileções, exclua Montmartre:

    Seguindo este mesmo roteiro modifique no item 4: Em Concorde, ao invés de embarcar na linha 12, prossiga a pé pela Champs Elysées até o Arco do Triunfo (caminhada de dois quilômetros, cerca de 30 minutos – ponha mais uns quinze para fotos e “uaus”) ou reembarque no metrô linha 1 na mesma direção da estação Palais Royal- Musée du Louvre até a Charles de Gaulle-Étoile. A partir daí retome este roteiro (itens 8 e 9).

    Aproveite!!

  46. Que disposição, PARABÉNS Monica pelo post e atenção aos leitores!
    Vou ter 24h de conexão em Paris, pensei em seguir seu roteiro para o dia e tem alguma sugestão para o fim de tarde e noite?

  47. Obrigada, Adriana

    Disposição você também deve ter para querer continuar o passeio…

    Algumas idéias:

    – Estender o roteiro incluindo o bairro do Marais: Saindo de Notre Dame, (item 1) continuar pelos jardins laterais da direita, atravessando a ponte para uma volta pela Île Saint-Louis. Retornar ao “continente” pela Pont Marie. De lá seguir para o quase desconhecido “Village St-Paul” (olhe este post: http://viajantecronica.com/2013/10/16/village-saint-paul-%E2%80%93-o-escondidinho-do-marais-em-paris/), a linda Place des Vosges e dando uma rápida entrada no bonito e gratuito Musée Carnavalet. O retorno ao item 2 do roteiro poderia ser pela Rue de Rivoli

    – Subir a Torre Eiffel para ver Paris iluminada

    – Deixar o passeio de barco para a hora do crepúsculo (alguns com jantar)

    – Caminhada ao longo do Sena

    – Passeio na Quartier Latin incluindo o Jardin du Luxembourg e ruas transversais ao Boulevard Saint-Michel

    – Transferir Montmartre para a noite

  48. Obrigada. Adorei as sugestões. Vou me organizar. Qualquer dúvida retorno o contato hein!? Abraços.

  49. Adriana,

    A boa notícia é qualquer roteiro, mesmo errado, termina dando certo.

    Fique atenta aos horários de encerramento do metrô (normalmente de 05:30 até 00:40 de domingo a quinta-feira e 05:30 até 01:40 às sextas-feiras, sábados e vésperas de feriados).

  50. Bom dia !
    Gostaríamos de uma ajuda, estaremos em 4 adultos chegando em Paris no dia 10/08 (domingo) às 8:00 da manhã, ficando 12 horas em conexão, então vamos até a Torre para aproveitar a parada. Como devemos nos deslocar até lá ? Teria tempo pra subir na Torre ? Vc tem sugestões do que mais podemos fazer neste período de parada ?
    Obrigado, Renato.

  51. Renato,

    Desculpe a demora na resposta.

    Em uma conexão de 12 horas dá para cumprir tranquilamente o roteiro proposto por este post ou, se preferir, visitar a torre Eiffel. Uma boa ideia seria chegar lá com os ingressos já comprados para evitar ao menos as filas para bilheteria e acesso aos elevadores do primeiro nível. O endereço oficial é http://www.toureiffel.paris/en/preparing-your-visit/buying-your-tickets.html

    Assumindo que você chegue pelo Aeroporto Charles de Gaulle, tome o mesmo trem (RER B)até St-Michel Notre Dame. Da mesma estação, embarque no RER C (amarelo)direção Versailles-Rive Gauche até a estação Champ de Mars – Tour Eiffel.

    Como o tempo desta visita é imprevisível, poderia ficar interessante na saída da torre caminhar até Trocadéro e de lá tomar o metrô da linha 6 até Étoile para ver o Arco do Triunfo e percorrer a Av des Champs Elysées, por exemplo.

  52. Que bom, Maysa

    Agora é se programar e aproveitar o passeio.

    Boa viagem!

  53. Mônica, você é demais! Parabéns pelo blog e pela dedicação que responde ao pessoal!

    Vou a Istambul em novembro pela Air France e no meu retorno surgiu a possibilidade de pegar uma conexão de 14 horas. Fiquei em dúvida, mas seu post me ajudou muito! Com certeza vou comprar esta opção.

    Chegarei às 9h10 no CDG e meu voo é somente às 23h15! Vou poder aproveitar muito! 🙂 E depois vou voltar acabada no voo, dormindo como um anjinho hehehehe

    Uma dúvida, nesta época do ano consigo pegar um pôr do sol legal na torre eiffel? Qual horário seria o ideal?

    Abraços!

  54. Ola querida,
    Estou indo para o Egito e tenho uma conexão em Paris de 11:40 minutos, chegarei de manha em Paris e acho que vou poder aproveitar para conhecer bastante coisas mas, gostaria de ir também no cemitério do Peri visitar o tumulo da Edith Piaf, Chopin entre outros, como também o Moulin Rouge que acho que fica no Montmartre, né? Será que consigo? Porem a minha pergunta é a seguinte. Como estou indo para o Egito, eu terei que mostrar seguro viagem? O que exatamente é necessário para provar que estou somente em transito por Paris? Existem muitas restrições para passageiros em transito?
    Agradeço desde já minha querida,
    Abraços

  55. Catarina,

    Sua pergunta com relação ao seguro atiçou minha curiosidade. Apesar de muita pesquisa, tudo o que encontrei foram informações divergentes. Porém, independente do fato de sua conexão ser na França, país que exige seguro, e que muito possivelmente não solicitará comprovação, seria prudente contratar um mesmo que viajando para países em que não é obrigatório – É uma despesa convertida em tranquilidade – Imagine a economia com uma eventual despesa médica ou uma perda de bagagem, por exemplo.

    Seu cartão de embarque é uma suficiente comprovação de sua condição de passageiro em trânsito.

    A França e os demais países do Tratado de Schengen não exigem visto de turistas brasileiros. Logo, mesmo em trânsito não há nenhuma restrição específica. Após passar pela imigração, tendo o passaporte carimbado, você estará livre para conhecer Paris.

    Das 11h40 disponíveis, separe umas confortáveis 3h30 para os deslocamentos de ida e volta para o aeroporto. O que sobra dá tranquilamente para um bom passeio pela cidade.

  56. Bom dia!
    Que dicas excelentes!!!! Muito legal mesmo.

    Eu tenho uma escala de 15 horas em Paris.
    Em que momento eu posso incluir a Torre Eiffel? E tem outra opção que posso colocar no roteiro?

    Obrigada 🙂

  57. Jacqueline,
    Obrigada e desculpe pela demora na resposta.

    Se você seguindo o roteiro do post (que propõe no item 8 ver a Torre Eiffel da Esplanade du Trocadéro) quiser incluir uma vista mais de perto (e subida), basta descer pelos Jardins du Trocadèro, e atravessar a Pont d’Iéna, para estar cara a cara com a torre.

    Para prosseguir o passeio sem repetir o caminho de volta para Trocadéro, atravesse a ponte Pont d’Iéna e mantendo a direita, na calçada margeando o rio, procure a parada de ônibus “Pont d’Iéna”. Embarque no ônibus da linha 72 direção Hôtel de Ville descendo na parada Châtelet, e, um pouco adiante para a direita atravesse a Pont au Change, tomando o lado da esquerda pelo Quai de la Corse até o Mercado de Pássaros e Flores, à direita (e também retomando o item 10 do roteiro).

    O trajeto desta linha de ônibus é quase um “city tour”: sempre acompanhando o Rio Sena, passa perto da Pont Alexandre III, o Grand e o Petit Palais, a Place de la Concorde, a lateral do Jardin de Tuileries e do Louvre além das pontes Royal, du Carrousel, des Arts e Neuf.

    Em uma outra mensagem sugeri uma opção adicional ao roteiro do post:

    “Estender o roteiro incluindo o bairro do Marais: Saindo de Notre Dame, (item 1) continuar pelos jardins laterais da direita, atravessando a ponte para uma volta pela Île Saint-Louis. Retornar ao “continente” pela Pont Marie. De lá seguir para o quase desconhecido “Village St-Paul” (olhe este post: http://viajantecronica.com/2013/10/16/village-saint-paul-%E2%80%93-o-escondidinho-do-marais-em-paris/), a linda Place des Vosges e dando uma rápida entrada no bonito e gratuito Musée Carnavalet. O retorno ao item 2 do roteiro poderia ser pela Rue de Rivoli”

  58. Olá, Monica!
    Acabo de conhecer seu site e já estou apaixonada! rs
    Procurei mas ainda não encontrei: e quanto à imigração?
    Minha intenção é ir para Portugal, na ida pegar um vôo com conexão de 12h em Paris e na volta conexão de 12h em Roma. Agora resta saber se preciso de visto, como é este processo de imigração.
    Bjos

  59. Obrigada, Caroline

    A imigração é feita no primeiro país da Comunidade Européia em que você pousa. Os países europeus participantes do Tratado de Schengen não exigem visto prévio de turistas brasileiros.

    É aconselhado durante o processo de imigração portar para o caso de alguma solicitação, além do passaporte, as passagens de volta, reservas de hotéis e a comprovação de recursos suficientes para se manter durante o período de estada. É importante também o seguro obrigatório exigido pelos países signatários do acordo de Schengen (quase todos na Europa)

    Uma vez com o passaporte carimbado na chegada a circulação entre os países está liberada. Veja uma lista atualizada aqui: http://consuladoportugalsp.org.br/lista-dos-paises-que-pertencem-ao-espaco-schengen/

    Uma observação adicional: Para fazer as conexões longas que você planeja, talvez seja necessário escolher uma empresa aérea francesa para a viagem de ida e uma italiana para a da volta.

  60. Oi Monica,
    Parabéns pelo blog.
    Minha duvida é, estou indo para Itália com conexão de 10hr em paris pelo CDG, (previsto para chegar as 8:00 e sainda as 18:05) com minha esposa e minha filha de 4 ano e minha mãe, achei excelente sua dica, só que gostaria de fazer o percurso da estação Saint-Michel-Notre Dame ate a torre eiffel de pé, seria uma boa ou nao, e a volta para CDG saindo da torre de metro. Será que consigo dar uma paradinha para comprar uns perfumes ou o tempo e curto e se voce me indica alguma loja de perfumes.
    Obrigado! Abraço

  61. Olá, Cleiton

    Embora vocês tenham um razoável tempo para dar uma volta em Paris, considerando o possível cansaço do grupo (que inclui uma criança pequena) com a longa viagem, sua decisão de pular o passeio em Montmartre (itens 4 a 7) é bastante sábia.

    O percurso da estação Saint-Michel-Notre Dame até a Torre Eiffel a pé, margeando o Rio Sena é lindo, porém longo: São quase cinco quilômetros, pode ser bem cansativo. Que tal trocar essa caminhada (só de ida) de cerca de uma hora no calor (ou na chuva) por um passeio de barco pelo Sena – Eles saem do cais que fica embaixo da Pont Neuf, na mesma ilha da Catedral. As passagens podem até ser compradas previamente com desconto: http://vedettesdupontneuf.com/pagina-inicial/

    Outra sugestão seria, da mesma estação Saint-Michel-Notre Dame, tomar o trem RER “C1” direção Pontoise até a estação Champ de Mars-Tour Eiffel, bem perto da torre. Como o destino é dentro da zona 1 da cidade de Paris, a mesma passagem de trem comprada no aeroporto para a viagem no RER B incluirá também esta baldeação.

    Quanto à compra de perfumes, sugiro que você o faça na volta, já no aeroporto e depois de passar pelo controle de segurança. A quantidade e variedade à venda deste procuradíssimo item da indústria francesa em um… aeroporto francês chega a assustar. Além de poupar tempo e ansiedade por um eventual atraso, você não terá problema algum para carregar consigo a mercadoria para a cabine.

    Se precisar de ajuda, disponha.

  62. Olá Mônica! Suas dicas são ótimas! Super úteis! Vou pedir ajuda também! Vou fazer duas conexões em Paris, na ida ( 9:15h) e na volta (8:10h). Será que consigo conhecer a Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Louvre, e Notre Dame. Claro, que sem entrar , visitar de fato, esperar filas… Mas só para ter um gostinho de tirar uma fotinho na frente????? Consigo fazer o percurso a pé? Obrigada!!!!!

  63. Oi, Anne,

    O roteiro deste post já abrange uma “rápida olhada” nas atrações que você menciona e cabe direitinho na conexão da ida.

    Caso você queira fazer o trajeto a pé, dá sim, porém não é muito curto. Comece vendo a torre da Esplanade de Trocadéro, tome o metrô da linha 6 até a estação final Charles de Gaule-Étoile. Depois de ver o Arco do Triunfo, desça a Avenue des Champs-Elysées prosseguindo pelo Jardin des Tuileries seguindo depois da pirâmide do Louvre para Notre-Dame pela orla do Sena. O caminho do aeroporto para Trocadéro está neste post: http://viajantecronica.com/2010/12/11/como-fugir-do-aeroporto-para-ver-a-torre-eiffel/

    Se você preferir, pode até planejar uma subida na torre e depois olhar o Arco do Triunfo em uma das conexões e na outra visitar o Louvre e a Catedral de Notre-Dame.

    Caso seja esta a escolha, compre antecipadamente o ingresso para a torre. Assumindo que o aeroporto seja o CDG, veja primeiro o Arco do Triunfo (tome o trem RER B até Châtelet-Les Halles e de lá o metrô da linha 1 direção La Défénse até Charles de Gaule-Étoile). Depois de espiada, entre na mesma estação e desta vez tome o metrô da linha 6 (direção Nation) até Trocadéro e desça pelos jardins até a torre. A volta para o aeroporto é pelo RER C da estação Champ de Mars-Tour Eiffel (esquerda da torre) até a estação Saint-Michel-Notre-Dame e de lá o trem RER B para o aeroporto.

    No dia do Louvre o RER B é até a estação Saint-Michel-Notre-Dame. O museu fica para um lado e a Catedral para o outro, porém os percursos a pé são curtos.

  64. Muuuuuuiito obrigada pela resposta!!!! Que simpatia! Usarei suas dicas com certeza! Obrigada! Valeu!

  65. Olá Monica!
    Adorei suas dicas e o blog!
    Farei uma conexão em Paris com espera de 11 horas no Aeroporto Charles De Gaulle. Acredito que com as suas dicas consigo fazer um mini tour pela cidade!
    Porém fiquei preucupada com as malas, existe algum lugar no aeroporto ou próximo que eu possa deixar as malas?

    Muito obrigada!

  66. Olá, Lais

    Na esmagadora maioria das vezes, a bagagem de porão já estará despachada. Você só terá que recolhê-la no destino final. Confirme previamente com a empresa aérea.

    Caso negativo, utilize o guarda volumes que fica no terminal 2 (no mesmo andar da estação de trens RER-TGV). A empresa que presta o serviço: http://www.bagagesdumonde.com/en/left-luggage/offer

  67. Boa tarde Mônica,

    Ameeeeei o seu post! Eu e uma amiga temos uma conexão de 9 horas no Charles de Gaulle e queríamos visitar Trocandéro, Notre Dame e o Louvre (só na frente, é claro…) e se possível alguma lojinha de maquiagens. Vou levar a bagagem de mão com poucas coisas para poder colocar alguma compra que eu consiga fazer (que seja permitidacomo bagagem de mão), e também se haveria um guarda volumes, caso pracisasse deixar alguma bagagem de mão no aeroporto. Você sabe qual é o valor médio para esses passeios? Vou em fevereiro…talvez haja neve…heheheh

  68. Carolina,

    Embora o ideal seja não perder tempo com o serviço, o guarda volumes fica no terminal 2 (no mesmo andar da estação de trens RER-TGV). A empresa que presta o serviço: http://www.bagagesdumonde.com/en/left-luggage/offer

    Dependendo das condições climáticas, e também para ganhar tempo e conforto, seria conveniente fazer a compra dos cosméticos na volta do passeio, inclusive nas áreas de embarque do aeroporto. Há uma absurda quantidade de lojas nos diversos terminais. Veja o link:
    http://www.aeroportsdeparis.fr/passagers/shopping/boutiques

    Para ver a Torre Eiffel, o Louvre e a Notre Dame, nesta ordem, siga os passos deste outro post para o primeiro:
    http://viajantecronica.com/2010/12/11/como-fugir-do-aeroporto-para-ver-a-torre-eiffel/

    Da Esplanada do Trocadéro (se as obras já tiverem terminado) há um acesso para o jardim abaixo em direção à torre. Caso contrário, contorne o prédio da Cité de l’Architecture et du Patrimoine.

    Saindo dos jardins, atravesse as pistas e antes de entrar na Pont d’Iéna tome a esquerda pela calçada rente ao rio. Pouco mais adiante há uma parada de ônibus a “Pont d’Iéna”. Embarque da linha 72 (direção Hôtel de Ville) descendo oito paradas adiante, no Quai Voltaire (parada “Quai François Mitterrand”) pouco depois da Pont du Carrousel. Atravesse pista na faixa um pouco atrás e passe sob os arcos do museu. Olhando à direita, a pirâmide do Louvre. Caminhe nesta direção e saia pelo Cour Carrée. Continue ao longo do rio (no seu lado direito) pelo Quai du Louvre atravessando para a direita a Pont Neuf (apenas o primeiro segmento) entrar à esquerda para a Île de la Cité, onde na outra extremidade fica a Catedral de Notre-Dame.

    O acesso à estação do RER B para voltar para o aeroporto fica na outra margem do rio, na esquina do Quai Saint-Michel com a Rue du Petit Pont.

    O preço das passagens pode ser consultado neste link:
    http://www.ratp.fr/fr/ratp/c_20585/titres-tarifs/

  69. Foi um prazer, Carolina

    Embora seja sempre fácil se deslocar em Paris usando o metrô, a sugestão do ônibus 72 é uma boa pedida para ver um trecho muito bonito da cidade – seu itinerário é quase um “city-tour”. Para quem vai passar poucas horas por lá, é um bônus.

    Espero que aproveite a viagem.

  70. Prezada Monica, teremos uma conexao em Paris de 9:45min chegando no CDG. Lemos seu post e estamos traçando um roteiro de 5h na cidade. Vamos chegar em pleno inverno, 15 de janeiro, e nos deparamos com esse aviso: http://www.aeroportsdeparis.fr/en/passengers/access/paris-charles-de-gaulle/public-transport/rer-b.
    Neste caso seria melhor pegarmos um onibus Roissy (ou AirFrance) ao invés do RER? Alguma dica de modificacão de roteiro por conta do inverno? Muito obrigado e um abraço.

  71. Outra pergunta, Monica, se possível. A tarifa de ida e volta pelo RER dá 19,50 euros e de onibus dá 22 euros pela Roissy. Mas e o metro na cidade de Paris, entre as atracoes? Será que nao seria melhor comprar o Paris Visite Pass de 1 dia (1-5 Paris + CDG) por 25,8 euros e poder usar o metro?

  72. Olá, Nikolas

    A obra de manutenção durante o dia de sua conexão atrapalha um pouco, mas não inviabiliza o uso do RER. A empresa de transportes (RATP) disponibilizará serviços de ônibus para substituir o trecho entre o aeroporto e a cidade de Aulnay-sous-Bois. Veja aqui como funcionará:
    http://www.transilien.com/contents/fr/_Docs-PDF/Travaux/20160111-0804-RERB-AULNAY-CDG.pdf

    Embora o tempo de viagem vá aumentar por conta do transbordo, acredito que não deva comprometer seu roteiro de 5 horas. Não sei o horário de sua chegada e o quanto essas obras poderão impactar o tráfego nas estradas, aumentando o volume de gente preferindo ir de carro para o trabalho em Paris, portanto é difícil ter certeza que a opção ônibus seja a mais indicada. Acredito que o esquema contingencial dê conta do recado e que o RER B ainda deva ser considerado.

    Mesmo sendo inverno o roteiro é válido. O que pode atrapalhar um pouco é chuva forte. Aí talvez seja interessante um plano B que inclua um museu ou um passeio de barco pelo Sena (cabeça coberta em ambiente aquecido).

    Embora normalmente não seja grande coisa, sua ideia do Paris Visit Pass abrangendo 5 zonas é bem interessante para um dia com mais de um deslocamento entre o aeroporto e a cidade. Se for fazer mais de três viagens de metrô, já estará valendo e se for usar o desconto para visitar uma atração incluída ou esteja considerando voltar no Roissybus, é sem dúvida a melhor alternativa.

    Se for apenas para transporte, lembro que no preço da passagem do RER B está incluída a continuação da viagem em metrô dentro da cidade de Paris – É um bilhete “origem-destino”, permitindo, por exemplo, o desembarque do trem em Denfert-Rochereau mais o metrô até a estação Trocadéro. O bilhete individual T+ de 90 minutos custa atualmente 1,80EUR e o carnê com 10 passagens unitárias 14,10EUR.

  73. Estou indo com passaporte de serviço à Camarões e possuo conexão em Paris de 15h. Pelo q entendi em seus posts, o próprio cartão de embarque para outro país funcionaria como visto em trânsito? Não tenho necessidade de tirar o visto em trânsito?

  74. Oi, Daniel

    Brasileiros estão dispensados de visto para entrar e permanecer até 3 meses dentro do Espaço Schengen do qual a França é participante.

    No entanto, para sair do aeroporto e visitar a cidade, será necessário passar pela imigração e apresentar um passaporte brasileiro com validade de 90 dias após a data do retorno. O cartão de embarque é uma comprovação de sua curta “estada”.

    Aproveite…

  75. Monica, muito obrigado pelas informações. Um grande abraço!

  76. Oi Mônica td bem?
    Adoro suas dicas são Mto valiosas

    Tenho uma margem de 9 horas entre os voos no aeroporto Charles de Gaulle
    11.35 a 20.50 então de tempo livre 5 horas
    Somos em três adultos , gostaríamos de conhecer o Arco do Triunfo e a Torre porém gostaríamos de subir na Torre.
    É claro que se houver tempo costariamos Tb de conhecer A Igreja de Notre Dame, vamos chegar neste domingo 07/02/2016 o que vc nos sugeri e qual condução devemos pegar
    Desde já Obrigada Mônica
    Bjs

  77. PS : Esqueci de comentar nossa prioridade é ver e subir na torre. Depois ver o arco do Triunfo
    Bjs

  78. Oi, Sandra

    Peço desculpas pelo fato de a resposta ter chegado tarde demais. Estou voltando de uma viagem em que fiquei privada de comunicação. Mesmo tendo perdido a atualidade, espero que para outros a informação possa ser útil.

    Para reduzir os deslocamentos talvez fosse interessante começar pela Torre Eiffel, que com a subida é o que demandará mais tempo, em seguida o Arco do Triunfo e finalizando com a Catedral de Notre Dame. Comprar a entrada antecipadamente é uma boa idéia.

    Saindo do aeroporto embarque no trem RER B (dali todos vão para Paris) até a estação Denfert-Rochereau.De lá, tome o metrô da linha 6 direção Charles de Gaulle-Étoile, descendo em Bir-Hakeim (Grenelle) – 9 adiante, mais uma caminhada de 15 minutos até a torre;

    Da Torre Eiffel para o Arco do Triunfo, retorne para a mesma estação de metrô (a Bir-Hakeim) retomando a mesma direção (Charles de Gaulle-Étoile) até a estação final, 5 adiante;

    Do Arco do Triunfo para Notre-Dame, volte para a mesma estação de metrô (Charles de Gaulle-Étoile), desta vez embarcando na linha 1, direção Château de Vincennes até 9 estações adiante, a Hôtel de Ville, aproveitando para ver o prédio da prefeitura de Paris seguindo pela Pont d’Arcole e Rue d’Arcole até a Catedral;

    De Notre-Dame para o aeroporto Charles de Gaulle, trem RER-B direção Aéroport Charles de Gaulle da estação Saint-Michel-Notre Dame, com entrada na margem esquerda do rio (e da Catedral) na altura da Petit Pont, ou se quiser andar um pouco mais para ver os buquinistas, junto a Pont Saint-Michel.

    Fiz as simulações no excelente sítio da empresa de transportes RATP: http://www.ratp.fr/itineraires/fr/ratp/recherche-avancee

  79. Oi, tudo bem?

    Achei ótimo seu post.

    Meu voo chega as 13:10 em Paris e o de retorno sai as 22:00.

    O que você recomenda?

    Obrigado,
    Wilson

  80. Esqueci de mencionar. Vou estar com 2 malas grandes. Melhor despachar logo as malas ou colocar no guarda-volumes pra ganhar tempo?

    OBrigado.

  81. Olá, Wilson

    Embora o tempo disponível da sua conexão combine perfeitamente com o roteiro sugerido neste post, o retorno para o aeroporto acontece em uma faixa de horário em que os trens circulam lotados, portanto uma ligeira modificada pode ser interessante não só pelo aspecto do conforto como por também incluir o centrão de Paris.

    Assumindo que você chegue e parta pelo Charles de Gaulle, optar pelo ônibus Roissybus, que parte da Place de l’Ópera, pode ser uma alternativa bem mais tranquila além de acrescentar algumas atrações que não fazem parte deste planejamento, pedindo no entanto, cuidado extra com o tempo.

    A alteração começaria a partir do item 8: Ao invés do metrô da linha 6, embarcar na linha 9, direção Mairie de Montreuil até a estação Chaussée d’Antin-La Fayette (8 adiante) o que daria oportunidade de ver as lendárias lojas de departamento “Galeries Lafayette” e “Printemps” além do Palais Garnier, endereço da Ópera de Paris.

    O ponto de partida do Roissybus é na rua lateral do Palais Garnier, a Scribe, quase na esquina com a Rue Auber. A passagem pode ser comprada a bordo e a viagem dura cerca de 1h15 com frequência entre 15 e 20 minutos. O ônibus tem paradas em todos os terminais do CDG.

    Quanto a bagagem, se os dois voos forem segmentos da mesma viagem é quase certo que você só vá vê-la no destino final. Confirme previamente com a empresa aérea. Caso contrário, procure, se for possível, despachar logo para fugir da despesa do guarda-volumes e já ter o seu tempo líquido em Paris melhor definido.

    Lembre de também reservar um tempo para passar pelo controle de segurança ao reingressar na área de embarque, além da imigração.

    Aproveite bastante

  82. Olá, Monica

    Td bem?
    Muito legal mesmo o seu roteiro, suas dicas e seus mapas! Parabéns! Com certeza vc ajuda muitas pessoas aventureiras e que não querem perder as oportunidades que as conexões podem proporcionar.

    Meu marido e eu, estaremos indo para a Noruega dia 01/05/16 e propositalmente, escolhi um voo que tivesse longa escala em Paris e Amsterdã (não sei se vc tb saberia fazer um roteiro desses pra lá tb).

    A chegada em Paris está prevista para 02/05 às 11:20 e a saída do voo será 03/05 às 07:20h, com isso, temos 20h de escala e ainda noturna. Nesse seu roteiro, não está incluso uma visita a Torre Eiffel, seria possível incluí-lo pra nós? Somos completamente inexperientes nesse tipo de viagem e nunca estivemos na Europa. Como a escala é longa, vc ainda teria outras sugestões?

    Tem mais um detalhe, se for possível: um lugar bonito e barato para jantar e um hotel mais próximo possível do aeroporto , tb com preço acessível para dormirmos algumas horas.

    Como o voo sai às 07:20h, devemos chegar ao aeroporto com quanto tempo de antecedência?

    Nossa chegada em Amsterdã será às 08:40h e a saída às 21:40h, o que nos dá ainda mais 13h de escala….rsrsrs…
    Se tiver e puder nos dar alguma dica , agracedemos.

    Desculpe fazer tantas perguntas e ainda querer mais informações…rsrsrsrs… É que realmente nunca fizemos nada parecido e isso dá um friozinho na barriga.

    Obrigada pela atenção.

    Att.
    Fabiana

  83. Obrigada, Fabiana

    Como sua conexão é mais longa, dá perfeitamente para acrescentar a Torre Eiffel (a compra de ingresso antecipada pode ser útil) ao roteiro sugerido, modificando apenas a partir do item 8.

    O caminho da Esplanade de Trocadéro para a torre é muito simples – Descer pelos jardins e atravessar a Av New York e,em seguida, a Pont d’Iéna. Caso a passagem ainda esteja em obras, volte para a Av President Wilson e contorne o museu “Cité de l’Architecture” (lado direito de quem está de costas para a torre) entrando pela lateral dos jardins.

    Para jantar, pensei no quinto distrito, o Quartier Latin, que é uma área interessante e animada, não incluída nesta sugestão de roteiro. Por concentrar grande número de faculdades, leia-se estudantes, as possibilidades de refeições baratas são muitas. Há uma enorme quantidade deles entre o Boulevard Saint-Michel e o Saint-Germain (ruas de la Harpe, Saint-Séverin, de la Huchette ou Xavier-Privas) que ficam perto das estações de metrô Saint-Michel e do trem RER)

    Apesar do caminho mais rápido da torre para esta área ser o trem RER C da estação Champs-de-Mars/Tour Eiffel (de costas para a torre, seguindo para a esquerda) até St Michel/Notre Dame) fica mais agradável seguir caminhando para a direita pelo Quai de Branly (e ver a fachada do museu homônimo). Continuando pela calçada do museu, após atravessar as Av Rapp e Bosquet, a rua passa a se chamar Quai d’Orsay. Na altura do 89, há uma parada de ônibus, a Bosquet-Rapp. Embarque no ônibus da linha 63 direção Gare de Lyon para descer 12 adiante, a Cluny, no Boulevard Saint-Germain. O acesso para a área de restaurantes mencionada é a partir da calçada oposta.

    Com um voo tão cedo e já tendo tido bastante tempo de passeio em Paris, talvez seja realmente mais prático dormir em um hotel próximo ao aeroporto. A viagem do Quartier Latin para o aeroporto pode ser feita no trem RER B que passa na estação St Michel/Notre Dame. Há várias entradas (esquina do Boulevard Saint-Michel com o Saint-Germain,e ao lado do Rio Sena, junto da Pont Saint-Michel, por exemplo).

    Por não ter dormido perto do aeroporto, não tenho nenhuma sugestão específica de hospedagem. Por uma questão de comodidade, acho que a escolha deva recair em um hotel que fique próximo da estação do trem RER (no Roissypole que fica no terminal 3). A ligação entre os terminais é feita por um trem gratuito que funciona 24 horas, o Cdgval. Existem também hotéis mais baratos em Roissy, perto do Shopping Aéroville – alguns disponibilizando transporte gratuito até o aeroporto.

    Quanto a Amsterdam, acho que o roteiro deste post pode ajudar:

    http://viajantecronica.com/2011/03/23/a-pe-pelo-centro-de-amsterdam-%E2%80%93-saudavel-para-o-corpo-para-o-bolso-e-para-o-ambiente/

    Aproveitem bastante

  84. Olá boa tarde! Tenho uma conexão de 6 horas em Paris. Você acha que consigo conhecer algum ponto turístico? chego as 8h e sairei as 14.

  85. Olá, Creuziane

    Controlando o relógio para não correr o risco de perder o voo, dá sim. Neste post explico como da Esplanade du Trocadéro, ver de um lindo ponto de vista a Torre Eiffel: http://viajantecronica.com/2010/12/11/como-fugir-do-aeroporto-para-ver-a-torre-eiffel/

    Outra possibilidade: Do aeroporto tomar mesmo trem RER B e, ao invés da Gare do Nord (a indicado no post), desembarcar duas estações adiante, a St.Michel-Notre Dame, para dar uma olhada na Catedral e nos buquinistas ao longo do Rio Sena. A viagem do aeroporto para lá (e vice e versa) é de 45 minutos em média.

  86. Mônica, grata pelas dicas.
    Minha conexão será no dia 03\10.. chego às 20:00 e embarco às 10:30 do dia seguinte.
    Você acha que por ser a noite eu sentiria muita dificuldade de fazer um rápido passeio??
    Queria ver a torre e algo mais que desse.
    Os transportes públicos, como metrôs, são seguros de madrugada?
    Obrigada!
    Grande beijo.

  87. Disponha, Suellen

    Como seu embarque é às 10h30 dá até para dormir em Paris (ao invés de perto do aeroporto) e aproveitar um pouco mais a cidade. Não acho que a noite atrapalhe o passeio – é depois que escurece que acontece o “pequeno show” de iluminação da Torre Eiffel a cada hora cheia, por exemplo.

    Para ver a torre saindo do aeroporto, siga as indicações deste outro post: http://viajantecronica.com/2010/12/11/como-fugir-do-aeroporto-para-ver-a-torre-eiffel/comment-page-3/

    Depois dela, que tal o Arco do Triunfo e percorrer a Avenue Champs-Elysées até o final, a Place de la Concorde? A vantagem desta sugestão é que debaixo da famosa avenida passa o metrô da linha 1 que encontra todas as outras linhas da cidade. Você sempre estará bem conectada com qualquer ponto de Paris.

    Depois de ver a torre da Esplanade du Trocadéro, retorne para a entrada no metrô e embarque na mesma linha 6 da vinda para a mesma direção, Charles de Gaulle-Étoite, a estação final (3 adiante). Só isso! Da escada rolante na saída da estação, na própria Av. Champs-Elysées, já dá para ver o Arco. Se quiser ver de perto o Túmulo do Soldado Desconhecido e a Chama Eterna sob o arco (no centro da praça Étoile), há uma passagem subterrânea – o acesso por escadas fica junto ao meio-fio.

    Os transportes públicos são seguros, porém o metrô e os trens RER, não funcionam durante a madrugada. Os deslocamentos são feitos por determinadas linhas de ônibus (os Noctilien) com frequência muito menor do que durante o dia.

  88. Mônica,

    Nossa não tem palavras para agradecer a sua boa vontade e paciência ao fazer esse post e responder cada comentário, você está me ajudando a realizar um sonho! Vou a Dublin em novembro e vou fazer uma conexão em paris de 12 horas das 8:00 da manhã até 20:20 e estou tão ansiosa por poder conhecer a cidade que eu tanto queria graças a uma conexão demorada e a você um anjo maravilhoso que se deu todo esse trabalho de detalhar tudinho e tornar possível ver tantas coisas lindas!

    Como o vôo de volta é as 20:20 e tenho que voltar umas 2 horas antes do vôo você acha que consigo ver a torre iluminada? tem como deixar a torre por último?

    Desde já muito obrigada!

  89. Obrigada, Larissa

    O “espetáculo de luzes” da Torre Eiffel dura cinco minutos e vai da primeira hora cheia depois do por do sol até uma da manhã. Como em novembro anoitece mais cedo, certamente tem “show” às 19h, inviável para você. Porém, se sua viagem for no final do mês arriscaria estar na Esplanade du Trocadéro às 18h, mesmo sem confirmação. Quem sabe?

    Pelo roteiro do post, a última parada é mesmo a torre (item 9). Os itens 10,11 e 12 ficam muito próximos da Catedral de Notre Dame, a primeira atração deste mini roteiro. Coloquei depois da torre para priorizar as atrações mais cotadas, pensando naqueles com conexão um pouco mais apertada. Nada impede que você os faça em seguida ao item 1 e siga a pé para ver a pirâmide do Louvre (item 2) retomando o roteiro proposto.

  90. Olá Mônica, tudo bem?

    Adorei seu post, queria saber se posso fazer o itinerário para a data de minha viagem, Saimos em casal do Brasil dia 13/06/2016 chegando em CDG as 08h, com conexão para Istambul as 18h50, assim, gostaria de passar algumas horass em Paris, fazendo um tour como esse que mencionou. Que horas acha que sairemos do aeroporto e que horas deveremos estar de volta, pois não sei se nestes horários os trens não estão lotados. Já verifiquei meu embarque e desembarque é no portão 2E. E os trens saem de qual lugar? Se puder me ajudar com esta dica. Muuito obrigada!

  91. Olá, Suelene

    O horário de saída do aeroporto vai depender do tamanho da fila da imigração e uma estimativa entre 30 e 45 minutos seria bastante razoável. O horário de pico do trem em direção a Paris é um pouco mais cedo que o do seu embarque e, de toda a forma, você estará partindo da parada inicial. A caminhada para a estação do trem RER é muito bem sinalizada e fácil. Siga as placas azuis com o símbolo RER dentro de um círculo junto com “Paris par train/Paris by train”

    Quanto ao horário de volta, o ideal seria chegar ao aeroporto entre 16h30 e 17h00. Partindo de Paris da estação Denfert-Rochereau a viagem é de 45 minutos e de Saint-Michel-Notre Dame 40 minutos. Acrescente além da identificação do destino, localização da plataforma e espera para embarcar no trem cinco a dez minutos de caminhada da estação no CDG até o terminal “2E”. Será ainda preciso passar pelo controle de segurança antes de ter acesso ao portão de embarque.

    Mapa do aeroporto CDG
    http://www.parisaeroport.fr/docs/default-source/passager-fichiers/acces/plan_masse_cdg.jpeg?sfvrsn=4

    Mapa do terminal 2E:
    http://www.parisaeroport.fr/docs/default-source/passager-fichiers/acces/plan-t2e.pdf?sfvrsn=24

    O esquema de localização dos terminais do aeroporto e da estação do trem RER:
    http://www.parisaeroport.fr/docs/default-source/passager-fichiers/acces/edito_plan_sncf_cdg-pdf.pdf?sfvrsn=2

    Estimativa de tempo de deslocamentos a pé entre a estação de trens e os terminais:
    https://easycdg.com/airport-guide/travel-between-terminals-move-around-paris-cdg-airport/on-foot-terminal-2/

  92. Olá Monica, adorei as dicas do seu site, vi uma pergunta semelhante à minha mas gostaria de perguntar o que vc sugere para uma escala noturna. No dia 23 de setembro meu vôo vem de Lisboa, com previsão de chegada às 19:20 no CDG, gostaria de conhecer o máximo possível durante a noite, se for possível com um passeio de barco pelo Sena e voltaria ao aeroporto para passar a noite (não teremos fundos para hotel), o próximo vôo sai às 10:30 para São Paulo. Fico um pouco insegura por conta dos transportes à noite e a possibilidade de não funcionarem bem….

  93. Olá Ana,
    Se você pretende voltar para passar a noite no aeroporto, deve ficar atenta ao horário dos transportes:
    – O metrô de manhã sai das estações finais a partir de 05h30 e param de circular em torno de 01h00, saindo da estação inicial entre 00h20 e 00h40, sendo sextas e sábados até um pouco mais tarde: http://www.ratp.fr/horaires/fr/ratp/metro

    – O último horário do ônibus Roissy bus (para o aeroporto CDG) que sai de Opéra ( na frente do 11 da Rue Scribe, esquina com Rue Auber, – lado esquerdo da fachada principal do teatro Ópera) é meia noite e meia: http://www.ratp.fr/fr/ratp/r_61852/roissybus/

    Já o último trem RER B3, passa às 23h50 em Denfert Rochereau e em St Michel-Notre-Dame 9 minutos depois. Vale a pena consultar o horário na época da viagem pois ele muda em função da estação do ano e ver se não está acontecendo no dia de sua visita algum tipo de interrupção ou obra: http://www.ratp.fr/horaires/fr/ratp/rer

    Um conveniente passeio de barco pode ser o “Vedettes du Pont Neuf”, cujo embarcadouro é debaixo da Pont Neuf, perto da estação do trem RER St Michel-Notre-Dame, onde passa a linha B3 com destino ao aeroporto.

    Veja onde dormir no aeroporto em http://www.sleepinginairports.net/europe/paris.htm

    Caso mude de ideia, haverá na época de sua visita uma acomodação novinha em folha no próprio aeroporto: http://www.yotel.com/en/hotels/paris-charles-de-gaulle-airport

  94. Obrigada, Rafael

    A intenção é exatamente esta. Que seu passeio seja totalmente proveitoso e bem sucedido.

  95. Boa noite, Monica!
    Tenho uma conexão em Paris, chego às 8h e o outro voo é às 14:45, na segunda-feira (17/10). O que me sugere? Como posso fazer um tour básico sem me preocupar?

  96. Olá, Igor

    Com uma conexão tão curta, e imaginando que o aeroporto seja o Charles de Gaulle, é arriscando pensar em um “tour”. Uma forma mais prudente de ao menos colocar os pés em Paris seria seguir os passos de um outro post: http://viajantecronica.com/2010/12/11/como-fugir-do-aeroporto-para-ver-a-torre-eiffel/

    Outra ideia seria dar uma olhada no Arco do Triunfo e um pequeno trecho Avenue des Champs Elysées. Para tanto, o desembarque do trem RER B seria na estação Gare du Nord. De lá seria preciso embarcar no metrô da linha 4 direção Porte de Clignancourt até a estação seguinte, a Barbès-Rochechouart, trocando para a linha 2, direção Porte Dauphine até a estação Charles de Gaulle-Étoile (10 adiante).

    Uma terceira possibilidade, seria desembarcar do mesmo RER B na estação St.Michel-Notre Dame e dar uma olhada na Catedral. Como a viagem do aeroporto para lá (e vice e versa) é de 45 minutos em média e sem nenhuma troca de transporte, pode ser que também dê tempo para uma espiadinha em uma rua próxima ao acesso para a estação.

    Consulte o simulador de viagem da empresa de transporte em Paris, a RATP, http://www.ratp.fr/itineraires/fr/ratp/recherche-avancee para calcular o tempo dos deslocamento nos trens e metrô no dia de sua viagem.

  97. Olá , vc é genial ! Peço sua orientação : voo sozinha no início de janeiro 2017 da Itália chego aproxima 20 hs em Paris e sigo p Sp as 10 hs manhã . vc acredita que posso além jantar fazer o que ?!e se me hospedo longe do aeroporto onde devo ficar p ficar prox de restaurante e torre ?! Ou volto e me hospedo prox só aeroporto ? Se fico distante do aeroporto devo sair qtas horas antes do voo das 10 manhã ?!

  98. Obrigada, Analu

    Finalmente alguém concorda com mamãe…

    Se seu voo sai às dez, estar no aeroporto pelas sete da manhã será bastante razoável, o que significa que dá para dormir em Paris e embarcar no trem RER B pouco antes das seis.

    Uma localização boa para hospedagem seria perto da estação St. Michel-Notre Dame, no começo do Bd St Michel e ruas transversais. Apesar de não ser exatamente barato, os valores das diárias podem até ser menores do que a dos hotéis de aeroporto.

    Me ocorreu também o próprio hospital, o Hôtel de Dieu, ao lado da Catedral de Notre Dame, que mantém um pequeno hotel dentro. Quis algumas vezes me hospedar por lá, ficando em pleno coração de Paris, mas ou não encontrava vacância ou não cabia no orçamento.

    Você ficaria em uma região bonita e animada, cheia de opções de restaurantes com preços razoáveis além de a curta distância a pé da Catedral, do Hôtel de Ville, do Rio Sena e do próprio Quartier Latin.

    A viagem de trem entre a estação St. Michel-Notre Dame e o aeroporto CDG dura cerca de quarenta minutos. Procure acrescentar mais uns vinte para comprar a passagem, encontrar a plataforma e esperar a composição. O primeiro trem passa pouco antes das 05h30. Simule com a data correta os horários em http://www.ratp.fr/itineraires/fr/ratp/recherche-avancee

    Qualquer dúvida, volte.

  99. Monica, boa noite,
    Chego as 18:30 de um sábado de abril no CDG e saio às 10:30 do domingo também do CDG para o Brasil; minha idéia é conhecer a torre, o arco do triunfo e a pirâmide do Louvre, tudo ok com relação ao tempo, inclusive acho que até dá pra rodar um pouco na região da torre para fotos, subir no arco acho que não dá por conta do horário ser a noite, mas pelo menos consigo tirar foto do arco e andar na champs elysees com mais calma, se desse tempo de ir na notre dame e pont des arts também seria legal, mas se forem perto, pode me dar um roteiro, pfv, utilizando trens e metrôs? tenho receio por conta do roteiro ser feito à noite e varar a madrugada, tipo não sei se trens e metrôs funcionam a madrugada toda, não falo francês e enrolo inglês. Outra coisa como faço para comprar souvenirs e perfumes e poder despacha-los tendo em vista que minha bagagem já vai estar no porão e eu vou estar apenas com uma mochila ou sacola em paris? Agradeço desde já, li todos os coments e suas respostas e apesar da riqueza de detalhes ainda estou inseguro, mas com 16h não posso perder essa chance! Jardim de tuileries, prefeitura de paris e place de lá concorde não me apetecem nesta primeira visita! Mais uma vez obrigado! Merci!

  100. Olá Márlon,

    Apesar de ingrato ter que fazer tudo de noite, sua chegada em um sábado facilita um pouco no quesito transporte, já que o metrô funciona até 01h30. Depois disso, você terá que depender dos ônibus da madrugada que rodam com intervalos bastante grandes. Talvez seja melhor confiar nos próprios pés e se programar para caminhar.

    Você encontrará lembrancinhas com facilidade nas muitas lojas próximas das atrações turísticas que ficam abertas até bem tarde, Evite líquidos ou itens vetados para bagagem de mão. Quanto a perfumes e, aqui sim, bebidas ou líquidos, compre em duty free do aeroporto.

    Estabeleça suas prioridades e comece por elas, se dependerem de horário de visitação. Por exemplo:

    A Torre Eiffel funciona até 23h45, sendo a última subida às 22h30, se quiser ir até o topo:
    http://www.toureiffel.paris/en/preparing-your-visit/opening-times.html

    Em abril o horário de subida do Arco do Triunfo encerra às 23h00: http://www.paris-arc-de-triomphe.fr/en/Prepare-for-your-visit/Practical-information

    Se optar pela Torre, há neste outro post (e nos comentários como ir de lá para o Arco do Triunfo) a explicação como se chega lá do aeroporto:
    http://viajantecronica.com/2010/12/11/como-fugir-do-aeroporto-para-ver-a-torre-eiffel/

    Imaginado que você vá varar a noite, percorra com toda a calma, depois do Arco do Triunfo, a Av Champs-Elyseés. Se ainda tiver metrô, fuja de Concorde e Tuileries – que não são do seu interesse – embarcando na linha 1 (direção Château de Vincennes) na estação Franklin D. Roosevelt, nesta própria avenida na altura do cruzamento com a Avenue Franklin Delano Roosevelt. Desça em Palais Royal-Musée du Louvre e daí parta para ver a pirâmide, os pátios internos do Louvre e atravesse o rio pela Pont-des Arts para se perder pelo Quartier Latin, na outra margem.

    Para descansar as pernas, ou se estiver chovendo, vale lançar mão dos ônibus circulares da madrugada (os Noctilien), as linhas N1 (sentido horário) e N2(anti-horário).
    http://www.ratp.fr/informer/pdf/orienter/f_plan.php?loc=noctilien&nompdf=n01&fm=gif
    http://www.ratp.fr/informer/pdf/orienter/f_plan.php?loc=noctilien&nompdf=n02&fm=gif

    O trem RER B para o aeroporto entra em circulação em torno de 05h30. Você pode embarcar, por exemplo, em Saint-Michel-Notre-Dame, depois de ver a Catedral.

    Aproveite

  101. Monica,

    Agradeço muito sua atenção, e como foi rápida sua resposta, muito obrigado por todas as dicas, já as separei aqui para devorar quando tiver uma folga, vou tentar ver pelo Street View como fazer o caminho!!

    Abraço,

    Márlon

  102. Disponha, Márlon

    Ver os caminhos pelo street view é ótimo, pois além de passar segurança, duplica o passeio. Aproveite bastante sua longa jornada noite adentro.

  103. Monica tudo bem?
    Queria um pouco do seu tempo,desejo conhecer a Torre Eifeel,tenho 7 horas de conexão,será que tenho chances de conseguir?
    Se puder me indicar um trajeto fácil e rápido eu pago o preço,estarei assim realizada!
    Obrigada pela atenção

  104. Oi, Julianne

    Com sete horas de conexão dá até para visitar a torre sem gastar rios de dinheiro. Estimando que tenha um tempo líquido em Paris em torno de três horas e meia, dá para fazer uma visita não muito demorada que pode ser diminuída com a compra antecipada do ingresso.

    http://www.toureiffel.paris/en/preparing-your-visit/buying-your-tickets.html
    Em um outro post explico a maneira mais direta e segura de chegar na Esplanade du Trocadéro, o melhor ponto de vista da cidade para apreciar a Torre Eiffel. Se sua intenção é visitá-la, dê também uma olhada nos comentários.

    http://viajantecronica.com/2010/12/11/como-fugir-do-aeroporto-para-ver-a-torre-eiffel/

    Qualquer dúvida, volte.

  105. Oi Mônica, voltei, estive aqui 08/02/2017 e na ocasião você me deu várias dicas de como eu sair e voltar ao CDG para ir até a torre, ao arco e outros pontos, levando em consideração que eu tinha 16/17h de conexão(de 18:30 às 10:30). Agora minha situação mudou completamente, tive alterações de voo e então eu chego às 17:55 no Orly e saio no outro dia às 10:10 do CDG para o Brasil, ou seja, ainda disponho das mesmas 16h, mas agora tenho o atrapalho da troca de aeroporto(dá até um frio da barriga), vou estar com duas malas médias e uma mochila, sei que existem ônibus e deve haver metrô também entre os dois aeroportos(já tô até me vendo com duas malas neste ônibus ou metrô), mas ao chegar no CDG existe local onde guardar as malas? Será que vou perder essa chance de ir na torre? Agradeço sua atenção!

  106. Olá, Marlon
    É uma alteração que atrapalha, mas que não inviabiliza sua intenção de varar a noite circulando em Paris. Vendo sua mensagem anterior, observei que a chegada será no início da noite de um sábado. Como é um dia em que muita gente está de folga, é bem provável que o trem não esteja absurdamente lotado neste horário, permitindo você “pilotar” a bagagem sem grandes traumas e podendo economizar ao escolher transportes públicos para se deslocar com ela.

    Embora exista uma opção confortável de transporte entre os aeroportos de Orly e o CDG, o serviço “Le Bus Direct”, prestado pela Air France, penso que fazer uma viagem de mais de uma hora para deixar lá a bagagem seguida de outra rumo a Paris pode ser uma desnecessária perda de tempo. http://www.lebusdirect.com/en/lines-and-schedules/cdg-airport-orly-airport-line.html

    Há um serviço de guarda volumes (consignes) no Aeroporto Charles de Gaulle prestado pela empresa Bagages du Monde que funciona no terminal 2, nível 4, na frente da entrada do Hotel Sheraton bem perto da estação dos trens TGV (SNCF e não do trem suburbano, o RER). http://www.bagagesdumonde.com/en/left-luggage/offer

    Considerando o fato de sua chegada ser em um dia mais tranquilo, minha sugestão seria deixar a bagagem no guarda volumes da Gare du Nord, dentro da cidade de Paris e, resgatá-la na manhã seguinte antes de seguir para o aeroporto CDG. Esta estação é parada da linha de trem RER B, que atende tanto o Aeroporto de Orly, como o Charles de Gaulle.
    https://www.gares-sncf.com/fr/gare/frpno/paris-nord/services/consignes-automatiques

    Ao contrário do Aeroporto Charles de Gaulle, a estação do trem RER B não fica dentro do de Orly. Será preciso pegar um trenzinho suspenso, o “Orlyval”, que liga ambos os terminais à estação mais próxima do RER que fica na cidade de Antony. Este primeiro segmento da viagem leva cerca de 6 minutos e o trecho do RER B até a Gare du Nord um pouco menos de meia hora. Atualmente, março/17, o preço do bilhete “Orlyval+RER” está em 12,05 euros.
    http://www.ratp.fr/fr/ratp/v_154902/acces-aeroport-orly/

    Não esqueça de consultar os horários do trem RER B no domingo, dia em que a frequência é menor do que nos dias úteis e algumas vezes data escolhida para algum reparo ou manutenção da linha – o que é comunicado e também considerado no cálculo do simulador de viagens da RATP: http://www.ratp.fr/itineraires/fr/ratp/recherche-avancee

  107. Mônica, boa tarde,

    Suponhamos que eu escolha a opção mais salgada, mas também a mais confortável e conveniente, que seria o Les bus direct, então eu pegaria a linha 1, partindo do Orly rumo a GARE MONTPARNASSE pelo valor de 12.00 €; 1- lá em GARE MONTPARNASSE tenho como guardar as malas? 2- uma vez guardadas as malas posso pegar outro ônibus da Les bus direct com o mesmo ticket rumo a torre Eiffel? 3- há a necessidade de comprar os tickets da Les bus direct antes de chegar via internet? Meu pensamento era fazer isso e após conhecer a torre, seguiria a pé via Praça do Trocadéro e Champs Elysee, e da Champs Elysee até o Louvre não sei qual seria o meio de transporte, 4- preciso de uma indicação sua (se pudesse ser a pé faria tranquilamente). Do Louvre precisaria voltar para GARE MONTPARNASSE (5- também não sei qual seria o meio de transporte, até porque provavelmente será de madrugada já, mas a pé creio que não dá), e de volta a GARE MONTPARNASSE resgataria as malas e pegaria a linha 4 do Les bus direct rumo ao CDG pagando 17.00 €…Ufa rsrsrs…O que acha? Obg

  108. Oi, Márlon

    Se você está prevendo desconforto com as malas, compre tranquilidade por alguns euros a mais nesta alternativa dos ônibus da Air France. Repare, no entanto, que as quatro rotas têm valores diferentes. Não encontrei no site nenhuma menção à possibilidade de quebrar a viagem da linha 1 e retomá-la do mesmo ponto em um horário posterior. Seria o caso de mandar uma mensagem fazendo a consulta. Reparei também que os preços lá apresentados incluem o desconto de 15% para compras online e que a validade da passagem é de um ano e ao portador. Caso tenha certeza que será esta a sua opção, vale a pena, mesmo que pagando o IOF pelo uso do cartão internacional.

    Informações sobre as “consignes” (ou guarda volumes) em Gare de Montparnasse: https://www.gares-sncf.com/fr/gare/frpmo/paris-montparnasse/services/consignes-automatiques

    Se estiver viajando acompanhado, considere também a possibilidade de taxi ou Uber. Uma corrida do aeroporto de Orly até os bairros da margem esquerda de Paris, caso da Gare Montparnasse, fica em torno de 30 euros com valores fixos. Veja aqui: http://www.parisaeroport.fr/passagers/acces/paris-orly/taxi/taxi-orly

    Quanto aos transportes, lembro que o horário de funcionamento do metrô aos sábados vai até duas da manhã e que as linhas noturnas de ônibus (as precedidas pela letra “N”) funcionam com intervalos grandes e que, provavelmente, caminhar seja a melhor alternativa, caso não esteja chovendo. Repare que na parte externa das paradas existe uma barra com os números das linhas que, se acesa, indica que está em circulação.

    Caso precise seguir da Gare Montparnasse para a Torre Eiffel em transporte público, tome a linha 6 direção Charles de Gaulle-Étoile até a estação Bir-Hakeim-Grenelle, mais caminhada de 12 minutos, ou até Trocadéro, com acesso mais bacana pelos jardins e pela Pont d’Iéna. A estação final desta mesma linha também serve para atingir o Arco do Triunfo e a Av Champs-Elysées. Bom saber também que sob esta avenida passa a linha 1 do metrô, conveniente para o Louvre (estação Palais Royal-Musée du Louvre para a pirâmide) e até a Catedral de Notre-Dame (estação Hôtel de Ville).

    Embora não muito central, a Gare Montparnasse é ponto de passagem de razoável quantidade de ônibus noturnos. Aproveite para baixar para o telefone (e consultar offline) o mapa em PDF das linhas de ônibus noturnos de Paris: http://www.ratp.fr/informer/pdf/plans-bus/plans_bus.php

  109. Monica, vc é 1000, mais explicado impossível! Agora acho que dá ir com confiança, uma vez guardadas as malas acho que dá pra me virar bem andando, e em último caso pegar um ônibus ou metrô! Vou baixar os mapas sim! Mais uma vez obrigado!!!

  110. Monica,

    Apenas para fins de contribuição, falei com o pessoal da Le bus direct, e o bilhete não permite “quebrar” a viagem, ou seja, se descermos em algum dos destinos, teremos que adquirir um novo bilhete para embarcar novamente, ainda que na mesma linha.

    Márlon Batalha

  111. Márlon,

    Muito obrigada pela informação que, com toda certeza, será útil para outros leitores que porventura tenham de encarar uma situação semelhante. Tenha uma excelente madrugada parisiense e, se puder, volte para contar a experiência.

  112. Bom dia Monica, tudo joia?

    Estou indo à Roma, via Paris ORY, tendo 9hrs e 50 min de espera. Eu sairei de Guarulhos para CDG, chegando de manhã. Após isso, devo ir a Orly, pois o voo sairá de lá. Gostaria de saber o seguinte: Existe a possibilidade de andar por Paris durante esse tempo de espera? O que poderia fazer?

    Parabens pelo artigo e desde já, muito obrigado!

  113. Obrigada, Eduardo

    Sim, dá para passear em Paris no intervalo entre seus voos. A imigração é feita no primeiro aeroporto da Comunidade Europeia, no seu caso, o CDG. Cumprida a formalidade, você estará liberado para flanar. O roteiro deste post é um bom ponto de partida para você adaptar a uma situação que envolve recolher e carregar malas, além de partir de outro aeroporto.

    Uma sugestão que pode facilitar, seria deixar a bagagem no guarda volumes da Gare du Nord, dentro da cidade de Paris, e resgatá-la antes de seguir para o aeroporto de Orly. A vantagem é que esta estação é parada da linha de trem RER B, que atende tanto o Aeroporto de Orly, como o Charles de Gaulle.

    https://www.gares-sncf.com/fr/gare/frpno/paris-nord/services/consignes-automatiques
    Diferente do Aeroporto Charles de Gaulle, a estação do trem RER B não fica dentro do de Orly. Será preciso pegar um trenzinho suspenso, o “Orlyval”, que liga ambos os terminais (sul e oeste) à estação mais próxima do RER na cidade de Antony. Este pequeno segmento da viagem leva cerca de 6 minutos e o trecho do RER B desde a Gare du Nord, pouco menos de meia hora. Atualmente (abril/17), o preço do bilhete “Orlyval+RER” está em 12,05 euros.
    http://www.ratp.fr/fr/ratp/v_154902/acces-aeroport-orly/

    Destine boa margem de tempo para o trem seguindo para Orly. Sua viagem acontecerá em um horário bastante movimentado e, caso não consiga uma vaga para si e a bagagem, será possível embarcar na composição seguinte.

  114. Mônica,
    Primeiramente parabéns pelo blog e pela paciência de responder a todos!
    Sou mais uma viajante com algumas horinhas em Paris. Não conheço Paris e não falo Francês, mas queria ver alguma coisa além da torre. Tenho ao todo 8:20h de escala (7:50 as 16:10) no Charles de Gaulle. Você acha que é possível? Qual roteiro você me sugere?

  115. Muito obrigada, Cecilia

    Não se preocupe com a falta do francês, isto não vai atrapalhar sua passagem por Paris. Os terminais de venda de bilhetes operam em outras línguas e tem muita gente que fala inglês por lá.

    O roteiro deste post se encaixa bastante bem no tempo que você tem para ver a cidade. Na dúvida, opere no modo segurança, se programando para estar no aeroporto às 15 horas. Acredito que, com toda calma e com tempo para erros, dê para chegar ao item “9”. Você já terá visto um bocado de coisas interessantes, como a Catedral de Notre Dame, pirâmide do Louvre, Jardim das Tulherias, Place Concorde, um pouquinho do bairro de Montmartre, Arco do Triunfo, Av. des Champs- Elysées e a Torre Eiffel.

    Peço desculpas pelos defeitos na diagramação dos posts que estão atrapalhando a leitura. Estou trabalhando na correção e atualização das informações, o que está me deixando sem tempo de postar coisas novas.

    Procure baixar no telefone um mapa da cidade que possa ser consultado offline para facilitar seus deslocamentos. Se tiver alguma dúvida, volte e não hesite em perguntar. Suas questões ajudam a tornar o post mais útil.

  116. Monica, estou de volta aqui para agradecer sua ajuda e toda sua atenção. Estive em Paris no dia 29/04, desembarquei no Orly por volta das 18:00 e tive que pegar as malas já que iria reembarcar no CDG, então saí na porta principal do aeroporto, meio atordoado, e percebi que não passavam ônibus “normais”, nessa hora esqueci do Orlyval, de tudo rsrsrsrsrs…foi aí que peguei o ônibus da Les Bus Direct e fui rumo a GARE MONTPARNASSE pra depositar minhas malas, chegando na porta da estação resolvi seguir logo até a torre com mala e tudo! rsrsrsrsrsrs…ao descer do bus já dei de cara com a torre!! após uma sessão de fotos e mta andança, peguei o último ônibus da linha Les Bus Direct rumo ao CDG e deu tudo certo! Consegui descansar um pouco e pegar meu voo de volta ao Brasil! Muito obrigado de novo!

  117. Olá, Márlon

    Obrigada pelo retorno e pelo relato. Ainda bem que deu certo, mesmo puxando a bagagem. Sua decisão deve ter liberado tempo para caminhar.
    Apesar de não ter comprometido, são situações como esta, que nos fazem compreender precisamente o sentido da palavra “mala” como adjetivo pejorativo.
    Que bom poder ter de alguma forma ajudado. Espero sua visita nos preparativos da próxima viagem.

  118. Olá Mônica Boa Noite

    Eu tenho uma conexão MUITO curta em Paris .

    São exatas 4 horas

    existe a possibilidade de eu apenas tirar umas fotos na Torre ?

    pegando o Bus direct ele me deixa em frente a torre e consigo retornar com o mesmo ao aeroporto a tempo?

    apenas foto na torre em frente nada mais. devo arriscar?

    Sua resposta vai ser a minha decisão

    Obrigado

  119. Olá, Dario

    Penso que 4 horas é um intervalo bastante perigoso, ainda mais se neste período estiver compreendido um controle de passaporte. Gosto de arriscar e, agora em fevereiro, com as mesmas 4 horas, escapuli do Aeroporto, mas em Amsterdam, que é bem mais próxima de Schiphol. Se fosse em Paris, pessoalmente não tentaria.

    Embora muito arriscado, faça o cálculo de tempo para uma viagem de ida e volta no trem RER até Saint-Michel-Notre-Dame para pelo menos ver a Catedral. Esqueça ônibus ou taxi, sujeitos a retenções imprevistas na estrada. Use este simulador, com ponto de partida Aéroport de Roissy Aérogare 1, Tremblay-en-France e destino Saint-Michel Notre-Dame (RER), Paris: http://www.ratp.fr/itineraires/fr/ratp/recherche-avancee

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *